Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Marília Gabriela

Marília Gabriela

Nomes Alternativos: Marília Gabriela Baston de Toledo Cochrane

139Número de Fãs

Nascimento: 31 de Maio de 1948 (69 years)

Campinas - Brasil

Marília iniciou sua carreira de jornalista em 1969, como estagiária do Jornal Nacional da Rede Globo. No mesmo ano, foi chamada para ser apresentadora do telejornal Hoje, em São Paulo. Em 1973, estreou no "Fantástico", com uma reportagem sobre o aniversário de morte de Carmen Miranda. Logo depois, ela foi contratada para ser repórter especial do Fantástico, fazendo viagens por todo Brasil.

Em 1980, Marília passou a ser âncora do programa "TV Mulher", tendo como co-apresentador o jornalista Ney Gonçalves Dias e quadros especializados com, por exemplo, a então sexóloga Marta Suplicy, o estilista Clodovil Hernandez, o cartunista Henfil, o psicanalista Eduardo Mascarenhas, a nutricionista Marilu Torres, a esteticista Ala Szerman, a colunista social Hildegard Angel, entre outros. Naquela época, ela gravou dois discos pela Som Livre e pela Universal Music, intitulado Perdida de Amor, com participações de Simone e Caetano Veloso. Depois de sair do TV Mulher, em 1984, foi ser correspondente da TV Globo na Inglaterra, por cerca de seis meses, depois foi fazer matérias especiais de Nova Iorque para o Fantástico.

Descontente, aceitou proposta de Johnny Saad para mudar para a Rede Bandeirantes.

Então, a partir de 1985, a jornalista passou a apresentar o programa "Marília Gabi Gabriela", na TV Bandeirantes, nas quartas-feiras às 21h30. Com os baixos índices de audiência, deixou o show de variedades para apresentar o programa de entrevistas que marcou sua carreira e lhe deu a fama de ser a maior entrevistadora da TV brasileira, o Cara a Cara, nos finais das noites de domingo. De 1987 a 1994 apresentou o Jornal Bandeirantes programa "Cara a Cara", no qual entrevistou políticos e personalidades nacionais e internacionais. No período da primeira eleição para presidente, após o Golpe de 64, Marília destacou-se por mediar o primeiro debate entre Lula e Fernando Collor de Mello, também pela Band.

Depois de sair da Band, foi contratada pela Rede CNT para apresentar um programa de entrevistas no horário nobre pelo salário recorde de 1 milhão de reais por mês. Na época, a soma equivalia a quase meio milhão de dólares. Foi o maior salário jamais pago a um jornalista brasileiro. Mas a experiência durou pouco.

Em 1997, ela foi contratada pelo SBT, onde apresentou o "SBT Repórter" durante quatro anos. Nessa mesma emissora apresentou "De Frente com Gabi", programa inicialmente semanal que, a partir de maio de 2002, passou a ser apresentado de segunda a sexta-feira. Neste programa foi ao ar uma das mais constrangedoras entrevistas já exibidas: a da cantora Madonna. Atualmente, ela apresenta o programa "Marília Gabriela Entrevista" no canal a cabo GNT, exibido no Brasil e em Portugal.

Gabi também teve uma breve passagem pela RedeTV!, onde apresentou seu clássico formato de entrevistas nos finais de noite.

Gabi estreou como atriz de teatro em 2001, protagonizando a peça Esperando Beckett, escrita e dirigida por Gerald Thomas.

Participou também, como atriz, de filmes e telenovelas. Na telenovela Senhora do Destino, de Aguinaldo Silva, Marília Gabriela interpretou duas personagens em fases distintas: Josefa Medeiros Duarte Pinto, uma jornalista no período da ditadura militar, e sua filha, Guilhermina de Medeiros Duarte Pinto Lefevre. É uma das protagonistas da série escrita por Aguinaldo Silva sobre a vida de 3 mulheres maduras, chamada Cinquentinha. Suzana Vieira e Betty Lago completariam o trio.

Depois de priorizar a carreira de atriz na Rede Globo, e também de comandar Marília Gabriela Entrevista no canal a cabo GNT, retornou ao SBT em junho de 2010 para reapresentar De Frente com a Gabi.[2] Em 6 de julho de 2010 assinou contrato com a TV Cultura para apresentar o programa Roda Viva, com a manutenção do programa no SBT aos domingos. Sendo assim, Marília Gabriela passa a apresentar três programas em três emissoras diferentes.