Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Helena Ranaldi

Helena Ranaldi

Nomes Alternativos: Helena Ranaldi Nogueira

80Número de Fãs

Nascimento: 24 de Maio de 1966 (51 years)

São Paulo, Sao Paulo - Brasil

Helena Ranaldi Nogueira (São Paulo, 24 de maio de 1966) é uma atriz e modelo brasileira.
Aos dez anos, já mostrava seu interesse artístico brincando de atriz no espelho da mãe.
Mais tarde, começou a fazer trabalhos como modelo e alguns comerciais de televisão. Essa carreira tomou um rumo mais sério quando ela foi classificada entre as cinco finalistas do concurso Supermodel of the World — etapa Brasil, de 1989, promovido pela Class Modelos e pela Ford Models americana (o primeiro lugar desse mesmo ano ficou com a modelo Adriana de Oliveira). Com o dinheiro que ganhou, fez um curso de teatro. Já com 23 anos, mudou-se de São Paulo para o Rio de Janeiro, afim de seguir carreira artística.
Em seu primeiro trabalho, no ano de 1990, interpretou Stefânia, na novela A História de Ana Raio e Zé Trovão, ainda pela antiga Rede Manchete. No ano seguinte, ainda faria outra novela na emissora, Amazônia, antes de transferir-se para a Globo.
Em 1992, já contratada pela Rede Globo, interpretou Nina em Despedida de Solteiro. Um ano depois, durante as gravações da telenovela Olho no Olho, conheceu o diretor Ricardo Waddington, com se casou. Dessa união nasceu o único filho da atriz, Pedro.
Em 1996, chegou a apresentar o Fantástico ao lado de Pedro Bial, mas a experiência durou pouco tempo porque, em julho, recebeu o convite para atuar na telenovela Anjo de Mim, dirigida pelo então marido, despontando em um dos personagens centrais.
Em 2000, inicou uma sequência de ótimos trabalhos com o autor Manoel Carlos, os quais foram: Laços de Família (2000), como a veterinária turrona Cíntia; Presença de Anita (2001), como Lúcia, esposa do escritor Nando, vivido por José Mayer, este que se apaixona pela ninfeta Anita, interpretada pela então estreante Mel Lisboa; e Mulheres Apaixonadas (2003), como a professora de Educação Física Raquel, que se envolve com um aluno do colégio em que trabalha, e também foge do ex-marido agressivo, autor de vários espancamentos sofridos por ela.
Em 2002, foi a protagonista da novela Coração de Estudante, em que viveu a jovem advogada Clara e, em 2004, participou da minissérie Um Só Coração, como a judia Lídia, que vive um amor intenso e proibido com Frederico.
Por duas vezes consecutivas teve passagens em produções globais sem muito destaque, e foram, Senhora do Destino, como a empresária Yara, cujo objetivo era ser mãe através de uma produção independente, porém acaba perdendo o emprego e se ve obrigada a recorrer ajuda ao pai da criança, o então Plínio, filho da protagonista Maria do Carmo, e Páginas da Vida, como Márcia, nessa última, a personagem perdeu o rumo na trama, uma vez que Antônio Calloni, seu marido na novela, pediu para sair da mesma alegando cansaço por emendar trabalhos.
Em 2008, viveu a atormentada Dedina, primeira dama de Triunfo, cidade fictícia de A Favorita. No decorrer da novela, sua personagem acaba por se envolver com o operário Damião, de Malvino Salvador, melhor amigo do seu marido, o Prefeito Elias. O desenrolar da história desse triângulo amoroso colaborou diretamente para que a audiência da novela alavancasse. Nesse mesmo ano, após quase duas décadas de sucesso na TV e no teatro, estreou nos cinemas com o longa Bodas de Papel.
Helena nunca interpretou uma vilã na TV, no máximo, mulheres desequilibradas, como Malena em Olho no Olho, Suzana em Quatro por Quatro e a maior de todas, Dedina, de A Favorita.
Curiosamente, a atriz chegou a fazer faculdade de Educação Física, mas não acabou o curso.