Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Ursula Andress
68Número de Fãs

Nascimento: 19 de Março de 1936 (80 years)

Ostermundigen, Bern - Suíça

Inevitável. Falar em bondgirls é citar a quase estreante atriz suíça Ursula Andress. A mais inesquecível das mulheres que passearam pelos quase 40 anos da série surgiu no primeiro filme da série, ''007 contra o Satânico Dr. No/Dr. No'' (1962), numa cena que se tornou igualmente célebre e levou um Golden Globes, USA, pelo papel.

Honey Ryder sai do mar de Crab Key, na Jamaica, vestindo o uniforme da nova década: um biquíni branco comportado, mas não menos provocante. Em um cinturão de couro, carregava uma faca de caça. Bond, que dorme na praia depois de ter passado a noite tentando chegar ao quartel-general do vilão, desperta ao ouvir a misteriosa loira cantarolar a música Underneath the Mango Tree.

Ursula Andress nasceu em Berna, Suíça, em 19 de março de 1936. Ao estrear o filme, tinha apenas dois outros trabalhos no cinema. Filha de diplomata, mostrou desde cedo interesse pela vida artística. Aos 16, foi para Paris estudar arte. Pouco tempo depois, em meados dos anos 50, iniciaria sua trajetória como atriz na Itália, onde fez filmes de pequeno alcance.

Quando chegou a Roma, conta que todos eram diretores ou produtores, e todos a assediavam para iniciá-la no cinema. "Eu pensei que era um papo típico de italianos, até que surgiu a Paramount e quis fazer um teste comigo em Londres". Desconfiada, pediu para se hospedar com uma família e foi parar na casa da mãe de Audrey Hepburn.

Lá, um professor ensinou-lhe a cena que deveria interpretar. Ursula fez o teste e saiu com um contrato de sete anos. "Nada prenunciava minha carreira no cinema. Minha família era protestante e meu avô era quase um tirano. Não nos deixava sair para dançar nem assistir a filmes. Para falar a verdade, fugi de casa", confessou mais tarde. Apesar de ter atuado em outros 43 filmes, as cenas ao lado de 007 tornaram-se símbolo da atriz, que iniciou a lenda das bondgirls.

Começou no cinema com ''Casanova, Amante Sublime/Le avventure di Giacomo Casanova'' (1954). Antes de ser a bondgirl mais famosa do mundo, fez ainda ''Um Americano em Roma/Un americano a Roma''(1954) e ''La Catena dell'odio'' (1955), e uma participação numa série americana clássica da época''Thriller''. Após ''007 contra o Satânico Dr. No'' (1962); atuou ao lado do grande Elvis Presley em ''Seresteiro de Acapulco/Fun in Acapulco'' (1963), onde ela tem uma clássica cena de dança como rei. No faroeste ''Os Quatro Heróis do Texas/4 for Texas'' (1963), com um elenco de peso - Frank Sinatra, Dean Martin, Anita Ekberg,Charles Bronson, entre outros,um sucesso. Depois seu melhor filme, foi num filme com roteiro do ainda iniciante Woody Allen,no ótimo ''Que é que Há, Gatinha?/What's New Pussycat, com elenco de feras Peter Sellers, Peter O'Toole, Romy Schneider, Capucine e o próprio Woody Allen. Depois ao lado de Jean-Paul Belmondo ( com quem teve um relacionamento muito comentado e duradouro),no filme franco-italiano ''Fabulosas Aventuras de um Playboy/Les tribulations d'un Chinois en Chine'' (1965).
No mesmo ano participou de um filme importante ''A Décima Vítima/La decima vittima'' de Elio Petri,com o grande Marcello Mastroianni.
Ela também apareceu na ligação sátira ''Casino Royale'' (1967) como Vesper Lynd , uma ocasional espiã que convence Evelyn Tremble, interpretado por Peter Sellers , para realizar uma missão. Um filme foi um tremendo sucesso de público, o filme contava só no roteiro com nomes importantes do nosso cinema como Woody Allen, Peter Sellers, Billy Wilder, Ben Hecht... Na direção nomes como John Huston e um elenco de cair o queixo Peter Sellers, David Niven, Woody Allen, Orson Welles, Deborah Kerr, William Holden, Charles Boyer, Jean-Paul Belmondo, Anjelica Huston, Peter O'Toole, entre outros... A bela e famosa canção feita especialmente para o filme ''The Look of Love", de Burt Bacharach e Hal David,foi indicada ao Oscar e ao Grammy Awards de melhor canção do ano.

Na década de 70, seus filmes caíram um pouco de qualidade. Apesar de dois sucessos de público,mas não de crítica ao lado do ator italiano Giuliano Gemma, ''Expresso da Africa/Africa Express (75) e ''Safari na África/Safari Express (76), ela também participou de um filme que deu que falar, não exatamente pelo roteiro, o filme foi proibido no Reino Unido até 2001 por sua violência gráfica e considerado um " vídeo desagradável ",e as cenas sensuais da atriz foi amplamente explorada pelas revistas da época, ''A Montanha dos Canibais/La montagna del dio cannibale (1978).

Foi então que ela fez a deusa do amor Afrodite, na aventura mitológica ''Fúria de Titãs/Clash of the Titans (1981), ao lado de um super-elenco. Durante a realização do filme, Andress, se envolveu com o galã Harry Hamlin, que se tornou o pai de seu filho e de quem sempre manteve num ótimo relacionamento,mesmo depois do término do namoro.
Pode-se dizer que essa foi sua última grande aparição em um filme, marcando presença, depois, apenas em especiais, produções para TV e séries:, '''Manimal (1983) (TV); ''Carnival in Rio'' (83) (TV); ''O Barco do Amor'' (TV Series), em 83; ''Liberté, égalité, choucroute'' (1985), e Falcon Crest (1987-88)...
Em 2005, foi Madonna no filme ''O Sermão do Pássaro/Die Vogelpredigt''.

Nos anos 50, comentava-se que a atriz tinha um romance com James Dean, um dos seus melhores amigos. "No dia em que ele morreu, eu o havia acompanhado para comprar o carro. Ele pegaria a estrada para amaciar o motor e pediu para que eu fosse junto, mas preferi ficar." O ator morreu naquele dia num acidente de carro.

Os acontecimentos de sua vida privada ofuscaram na maior parte das vezes suas relações como atriz. Sua extensa lista de amores inclui John Derek, Jean-Paul Belmondo, Ryan O'Neal, Daniel Gélin e Harry Hamlin, pai de seu único filho, Dimitri Alexander. Ursula sempre uma mulher sublime e elevada, manteve amizade até com as esposas de seus ex-maridos como Linda Evans e Bo Derek. Até hoje mantem laços de amizades com seus ex-maridos.

Como uma verdadeira musa, envelhecer nunca agradou a atriz Ursula Andress. "Sou obrigada a aceitar que envelhecer faz parte da minha vida. O que não gosto são os efeitos físicos desse processo. Gosto da possibilidade de ir acumulando experiências, mas a velhice propriamente não me agrada".

Em 1995, Andress foi escolhida pela revista Empire como uma das "100 estrelas mais sexy da história do cinema."

Em 18 de Maio de 2006, por ocasião da inauguração do Consulado Geral da Suíça, na Escócia, Ursula Andress comemorou seu aniversário a bordo do Royal Yacht Britannia, em Edimburgo, na companhia de uma multidão internacional de celebridades.