filmow.com/usuario/fabriciogoulart/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > fabriciogoulart
29 years (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Fabrício Goulart

    Tensão à francesa. Fiquei um pouco sem saber ao certo no que pensar, ao final, mas gostei da experiência. O filme me atingiu de algum modo, com seu avalanche de emoções, sentimentos e acontecimentos sinistros - e inusitados.

    A personagem de Isabelle Huppert - apesar de soar extremamente fria - é demasiadamente humana. Me identifiquei com ela. Sem floreios, ela tem atitudes inusitadas, que às vezes chocam pela espontaneidade e sinceridade.

    O final é uma incógnita para quem assiste. Não se sabe exatamente o que Michèle pensa de toda a situação. Talvez seja o mesmo sentimento enfrentado pela personagem, que enfrenta tudo com um misto de emoções, ainda que soe apática.

    Interessante que essa mistura se reflete até no gênero do filme. Há momentos de drama pesado, mas também de risadas. Nada aqui soa como uma coisa ou outra, apenas. É um mosaico.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Fabrício Goulart

    Essa temporada não teve reviravoltas finais, mas consolidou a amizade das protagonistas. Foi uma bela construção ao longo de três temporadas. De coração aberto, elas mostraram que não vivem uma sem a outra - mesmo com todas as diferenças e o contraste gigante.

    É uma série gostosa demais de se ver. Trata de temas muito importantes e que não são muito discutidos - como a sexualidade na terceira idade -, mas de uma forma leve e engraçada.

    A pior coisa é não ter mais episódios para assistir. Os personagens e o elenco são tão carismáticos, e desempenham um trabalho tão bom, que tudo em Grace and Frankie transborda a amor e boas energias.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Fabrício Goulart

    Um dos melhores do Oscar em 2017. O tema do filme é ótimo e nem é preciso concordar com tudo o que se discute para ver a grandeza da obra. Aqui, o que conta é a crítica - a dúvida ao status quo -, que deixa tudo muito intrigante.

    A família, fora dos padrões da sociedade, é estranha e até radical. Contudo, é cativante, porque desperta questionamentos. Não precisamos querer mudar para uma floresta, mas certamente nos perguntamos o que estamos, afinal, fazendo com nossas vidas mecânicas.

    Eles parecem desconectados do convívio social - e de fato estão em alguns pontos -, mas possuem uma percepção muito profunda sobre coisas que nos são embaralhadas por desvios do dia a dia.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Paulo Paco
    Paulo Paco

    oi, tudo bem ?

  • André Ldc
    André Ldc

    Sabe que lembrar dos filmes a que assisti não é tão problemático? Considero apenas os que assisti por inteiro, dos quatorze anos em diante.
    Comentar a respeito de cada um é que é o problema. Sobre certos filmes que detesto, posso escrever um monte; sobre alguns que adoro, quase não sai nada que preste.

    Curioso: seu rosto me é familiar. Por isso achei que morássemos na mesma cidade. Infelizmente não conheço o Rio Grande do Sul. Um dia, quem sabe?
    Quanto a não ter recebido meu convite no Face, não seja por isso: o meu perfil lá tem o mesmo nome deste aqui, de Goiânia.

    Abraço!