Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > jehsyk
25 years (BRA)
Usuária desde Novembro de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

https://medium.com/@jess_710

"Sempre vi o mundo como um lugar onde eu não deveria estar.
Bem, quer dizer, eu até que tenho orgulho disso.
Como se minha vida fosse minha própria conquista.
Como se eu estivesse invadindo a grande festa.
É um jeito de ver."

- Antes do Amanhecer

“Nunca é tarde demais ou cedo demais para ser quem você quer ser. Não há limite de tempo. Comece quando quiser. Mude ou continue sendo a mesma pessoa. Não há regras para isso. Você pode tirar o máximo proveito ou o mínimo. Espero que tire o máximo. Espero que veja coisas surpreendentes. Espero que sinta coisas que nunca sentiu antes. Espero que conheça pessoas com um ponto de vista diferente. Espero que tenha uma vida da qual se orgulhe. E se não se orgulhar dela, espero que encontre forças para começar tudo de novo.”

O Curioso Caso de Benjamin Button

"Embaixo dessa máscara há mais do que carne. Atrás dessa máscara há uma ideia, e Sr. Creedy. Ideias são à prova de bala."

V de Vingança

“Olá, minha querida Amélie, você não tem ossos de vidro. Pode suportar os baques da vida. Se deixar passar essa chance, então, com o tempo, seu coração ficará tão seco e quebradiço quanto meu esqueleto. então, vá em frente, pelo amor de Deus.”

Amelie Polain

"Desenvolvemos a velocidade, mas nos fechamos em nós mesmos. A máquina, que produz abundância, nos deixou em necessidade. Nosso conhecimento nos fez cínicos; nossa inteligência nos fez cruéis e severos. Pensamos demais e sentimos muito pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de gentileza e bondade. Sem essas virtudes, a vida será violenta e tudo será perdido".

O Grande Ditador

“Não lemos e escrevemos poesia porque é bonitinho. Lemos e escrevemos poesia porque somos membros da raça humana e a raça humana está repleta de paixão. E medicina, advocacia, administração e engenharia, são objetivos nobres e necessários para manter-se vivo. Mas a poesia, beleza, romance, amor... é para isso que vivemos”

A Sociedade dos Poetas Mortos

"Eu gostaria de te contar uma revelação que eu tive durante o meu tempo aqui. Ela me ocorreu quando eu tentei classificar sua espécie e me dei conta de que vocês não são mamíferos. Todos os mamíferos do planeta instintivamente entram em equilíbrio com o meio ambiente. Mas os humanos não. Vocês vão para uma área e se multiplicam e se multiplicam, até que todos os recursos naturais sejam consumidos. A única forma de sobreviverem é indo para uma outra área. Há um outro organismo neste planeta que segue o mesmo padrão. Você sabe qual é? Um vírus. Os seres humanos são uma doença. Um câncer neste planeta. Vocês são uma praga. E nós somos a cura". (Agente Smith - Matrix)

"Nós somos os filhos do meio da história, sem propósito ou lugar. Não tivemos Grandes Guerras, nem uma Grande Depressão. Nossa grande guerra é a guerra espiritual, nossa grande depressão são nossas vidas. Fomos criados pela televisão para acreditar que um dia seríamos ricos, estrelas de cinema os astros do rock. Mas não seremos. E estamos aos poucos aprendendo isso. E estamos muito, muito revoltados"

Clube da luta

"Essa... coisa?" Certo, eu entendo, vc acha que nada aqui tem a ver com vc. Vc vai ate o seu guarda roupa e escolhe, digamos, esse suéter horroroso pq precisa muito dizer ao mundo, que se leva muito a serio pra se importar com oq vai vestir. Mas oq vc nao sabe, é que o azul desse suéter nao é um simples azul. Nao é turquesa, nao é lapiz lazulli, ele é azul celeste."

O Diabo veste Prada

"Querida Catherine, estou aqui pensando em tudo pelo que quero me desculpar. Toda a dor que causamos um ao outro. Tudo que coloquei em cima de você. Tudo que eu precisava que você fosse, ou dissesse. Sinto muito por isso. Vou te amar para sempre, porque crescemos juntos. E você me ajudou a ser quem eu sou. Eu só queria que você soubesse que sempre terá uma parte de você em mim. Eu sou grato por isso. Seja lá quem você se tornou, onde quer que esteja no mundo, estou te mandando amor.
Com amor,
Theodore."

Ela

"Nick amava a garota que eu fingia ser. "Garota descolada". Homens sempre usam esse termo como elogio máximo. "Ela é uma garota descolada". Ela excita. Ela faz o jogo. Garotas descoladas são divertidas. Legais. Garotas descoladas nunca brigam com seus homens. Elas simplesmente sorriem decepcionadas de um jeito adorável e oferecem sua boca para o sexo.

Quando eu conheci Nick Dunne, soube que ele queria uma garota descolada. E por ele, admito, eu estava disposta a tentar. Depilei a vagina toda. Bebi cerveja em lata vendo filmes do Adam Sandler. Comi pizza fria e continuei magra. Fiz sexo oral quase regularmente. Vivi o momento. Fiz a porra do jogo. Não posso dizer que não gostei, Nick liberou em mim coisas que eu nem sabia existir. Uma leveza, humor, ser calma... Mas eu o tornei inteligente, mais incisivo. Inspirei-o a se elevar a meu nível. Eu forjei o homem dos meus sonhos. Fomos felizes fingindo ser outras pessoas, o casal mais feliz que conhecíamos. Mas afinal, para que ficar junto se não é o mais feliz? Mas Nick se acomodou. Virou alguém com quem eu não concordei casar. Ele realmente esperava que eu o amasse incondicionalmente. E me arrastou, sem um centavo, para o umbigo deste grande país, e achou uma mais nova, mais jovem e gostosa descolada.

Achou que o deixaria me destruir e ser mais feliz que nunca? Nem fodendo. Ele não vence."

A Garota Exemplar

“Eu segurava você nos braços e dizia para sua mãe, este garoto será o melhor garoto do mundo. Este garoto será alguém melhor que qualquer outra pessoa que eu já conheci. E você cresceu maravilhosamente. Era maravilhoso apenas assistir você, cada dia era um privilégio. Então chegou a hora de você ser um homem feito e conquistar o mundo, e você foi. Mas em algum momento da sua trajetória, você mudou. Você parou de ser você. Você deixou as pessoas colocarem o dedo na sua cara e dizer que você não prestava. E quando as coisas ficaram difíceis, você começou a procurar alguém pra culpar, como uma grande sombra. Deixa eu te dizer algo que você já sabe. O mundo não é um mar de rosas. É um lugar muito cruel e sórdido, e não importa o quão durão você seja, o mundo vai te bater até você ficar de joelhos e vai te manter assim permanentemente se você deixar. Nem você, nem eu, nem ninguém bate mais forte que a vida. Mas a questão não é quão forte você bate. A questão é o quanto você aguenta apanhar e continuar seguindo em frente; quanto você suporta e continua indo em frente. É disso que as vitórias são feitas! Agora, se você sabe o quanto você vale, então vá lá e reivindique. Mas você tem que estar disposto a suportar, e não apontar o dedo dizendo que você não está onde deveria estar por causa dele, dela, ou ninguém. Covardes fazem isso, e você não é covarde

Rocky Balboa

Últimas opiniões enviadas

  • Jéssica S.

    Olha o filme é ruim pra caralho. Teve vários momentos que eu me perguntei o porquê de estar gastando o meu tempo assistindo. Mas ele diverte e as cenas de ação são bem empolgantes. Mas tá todo mundo atuando tão mal, o roteiro é tão capenga e cheio de furos, as falas são tão ruins que em alguns momentos ao invés de rir eu senti vergonha.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Pra passar uma tarde o filme desce de boa, mas dizer que o filme tem qualidade não dá. A começar que o Tom Hardy está atuando tão mal como nunca vi antes. Nem acreditei que era o mesmo ator que já vi em outros tantos papéis. A Michele Willians parece que usou uma peruca e aquilo me irritou o filme inteiro. Além disso ela não teve química nenhuma com o Tom Hardy, não deu pra torcer pelo casal. O Eddie Brok é tão idiota e lerdo que também foi difícil torcer por ele. No fim eu gostei mais do vilão, sendo que o filme não era sobre o vilão do homem-aranha? Eu realmente só torci pro Venom mesmo que realmente conseguiu me cativar um pouco. Mas ainda assim achei a história muito mal desenvolvida de tudo, em tudo mesmo. Fotografia ruim, efeitos especiais ruins, atuações ruins, falas ruins, caraca, que difícil me concentrar nas partes boas. Além disso, o que foi a mulher do Eddie dando um fora nele só porque perdeu o emprego por causa dele? Totalmente sem sentido! No dia seguinte já tava com outro e o Eddie nem se tocou que provavelmente ele tomou chifre kkkkkk Concordo plenamente com o Venom dizendo que ele era um loser kkkkkk

    Ai, ai, em pensar que eu só assisti por causa do tom Hardy mesmo... o que a gente não faz pelos crushes...

    12/01/2019

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jéssica S.

    eu vi o trailer desse filme e achei que fosse gostar, mas na verdade ele é bem diferente de como imaginei que seria. A filmagem em si é boa, até mais ou menos a metade é difícil sentir tédio porque a história tem várias reviravoltas. Mas a partir daí ele começa a ficar estranho até chegar o final da qual eu não gostei.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    A história começa bem esquisita com a história de um cara que fica obsecado com uma garota que ele viu pela primeira vez. Quando ele vê ela com o namorado tenta tomar um beijo à força dela, mas logo em seguida é humilhado. Logo após ele se vinga dela obrigando-a a se prostituir. A mocinha que começa o filme como uma pessoa que se impõem acaba perdendo o orgulho aos poucos. Por noites ela é estuprada por seus clientes enquanto seu cafetão voyeur assiste a tudo através de um espelho que mostra tudo o que acontece no quarto. Durante as quase duas horas de filme a história apresenta outros subenredos, como das garotas com inveja uma da outra, o cara que se apaixona pela mocinha e tenta salvá-la e etc. Creio que tudo isso feito para nos fazer entender que a mocinha foi parar num lugar realmente violento. Ao longo da história ela também começa a sentir uma conexão com o cafetão voyeur, coisa que talvez nem ela saiba explicar direito para si. Creio que tudo isso devido a sua observação, ela sente que ele está ali a observando, mesmo que não tenha provas disso. A cena onde ela encontra as fotos na praia é bem metafórica. Assim como na sua vida, ela tenta juntar os pedaços para entender o que está acontecendo. Até que ela começa a sentir que o casal das fotos é ela e o homem que desgraçou sua vida. É quando ela tem chances de voltar à praia que ela descobre que a mulher era de fato ela e o homem de fato ele. Talvez o diretor tenha dito que à partir dali o que ela era antes morreu, ou algo assim. Sei é que quando ela reconstrói as fotos é que ela pensa que se destino é ficar com o homem que a explorou. O final é triste, pois ela volta pra ele e aceita sua condição de prostituta, vivendo assim com um homem que ela mal conhece é que é plenamente violento. Ao contrário de outras pessoas, não acho que ela se apaixonou por ele, assim como não acho que ela passou a gostar de se prostituir. Ela simplesmente em algum momento achou que estava fadada àquilo, sinais de Síndrome de Estocolmo.

    Só não gostei de como ficou o final porque ficou parecendo que tudo o que aconteceu foi ok. Também gostaria que tivesse mostrado mais sobre o "bad guy". Mas é isso, essa é a realidade de muitas pessoas por aí a fora. O filme não é tão fantasioso quanto parece. Há muitas mulheres que são exploradas sexualmente e algum momento começam a simpatizar com aquele que acabou com sua vida. Triste situação e triste desfecho, mas talvez o diretor quis mostrar justamente isso, mostrar o lado sujo da coisa, não o final bonitinho ou justo que normalmente esperamos.

    07/01/2019

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jéssica S.

    Eu gostei da interatividade, mas a história em si é um pouco fraca, tem uns finais que ficaram muito bons e outros que aparentam estar ali só por estar. Eu queria que a história tivesse ido mais fundo nas teorias conspiratórias, ao invés disso ela só joga algumas teorias deixando muitas pontas soltas. As opções são muitas e a graça fica mais por conta de voltar de novo ao passado e tentar novas escolhas pra ver quais outros finais você é capaz de encontrar, mas poucos são os finais que realmente me cativaram.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Acho que a melhor parte é quando o Stefan vai à casa do Colin e os dois se drogam e tem uma conversa interessante.

    Acho que a história ficou um pouco limitada e não muito ousada. Lembra alguns outros filmes como Donnie Darko e Matrix pelo conceito de que nosso livre-arbítrio talvez seja uma ilusão e talvez possamos controlar nossa realidade. Enfim. Eu sei é que depois de um tempo eu achei um pouco cansativo ficar voltando pra tentar outros finais. O final em que a doutora vira um ninja foi um tanto nonsense e depois eu voltei e aí tanto o Stefan quanto a doutora viram atores e a história é na verdade uma filmagem.

    Acho que de tanto voltar eu acabei pegando umas nuances no ar. Por exemplo, quando Stefan toma o remédio ele cria um jogo médio, mas fica bem. Quando ele não toma o remédio é quando lá pro final ele cria um jogo bom, mas aparece as partes onde ele descobre que talvez esteja sendo vigiado e as partes onde tem a possibilidade dele matar o pai. Pelo que entendi, a história tenta colocar o Stefan como esquizofrênico que tira inspiração de sua loucura (tal como o escritor do livro o fez), ele provavelmente é vigiado e controlado (seja pelo governo, seja por nós, seja por outra coisa). É ficando louco que ele chega a essa conclusão e por isso não temos certeza se ele realmente é vigiado ou se isso é uma paranoia. Não testei todos os finais, mas parece que o destino maior é fazer o Stefan enlouquecer e se tornar um gênio esquecido que vai pra prisão, ou tomar consciência de que é um personagem em um serviço de stream. Eu realmente achei isso interessante, mas me faltou algo. De qualquer forma, eu realmente espero que em alguma realidade Stefan consiga fazer seu jogo dar certo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Léo MVDC
    Léo MVDC

    Olá, se interessou na vaga de divulgar material nas redes sociais do blog?

  • Pedro Daher
    Pedro Daher

    Ah, e obrigado por ter aceito!

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.