Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > perrike
25 years Niterói - (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Pedro Alves

    Possum (2018) de Matthew Holness é um passeio de montanha-russa por uma mente traumatizada. Melhor: ele é, antes de tudo, uma experiência estética que opta por contar a maior parte de sua história através de imagens (e não por uma narrativa propriamente dita). Eu sou uma pessoa que embarca muito mais em uma produção quando possui uma estrutura narrativa, confesso. Por isso sempre fico muito feliz quando surgem obras outras que conseguem me fisgar mesmo indo de encontro a tudo que eu espero e gosto. Possum, na verdade, sabe muito bem como representar os traumas do passado do protagonista. No caminho oposto de produções medonhas como A Casa dos Sonhos (2011) ou, cruzes!, Número 23 (2007) que se utilizam dos acontecimentos marcantes do passado de seus protagonistas como twists narrativos, a produção vai revelando sem revelar, mostrando sem mostrar e nos fazendo entrar de cabeça na psiquê do personagem principal tal qual Spider - Desafie sua Mente (2002). Holness consegue realizar imagens cheias de significado e, por mais que a sequência final pareça completamente apressada, presenteia o espectador com uma experiência diferente de quase tudo que se assiste por aí atualmente.

    filmaço!

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Eu perdoo a sequência final, porque, por mais apressada que pareça, quebra a trope de que pessoas abusadas se tornam abusadores. Acho importantíssimas essas desconstruções de esteriótipos. Ainda mais de um tão nocivo para as vítimas desse tipo de crime.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Pedro Alves

    I hated this movie. Hated hated hated hated hated this movie. Hated it. Hated every simpering stupid vacant audience-insulting moment of it. Hated the sensibility that thought anyone would like it. Hated the implied insult to the audience by its belief that anyone would be entertained by it.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.