Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > phil
28 years, Ceará (BRA)
Usuário desde Julho de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

https://www.facebook.com/philiperoberto

http://instagram.com/philthat

Últimas opiniões enviadas

  • Philipe

    Pra quem tá procurando o filme pra baixar, aqui tá o link de onde eu baixei:

    http:// toreents.club/katalog-torrent-films/18406-malenkie-giganty-giant-little-ones-2018-skachat-torrent.html (juntem os espaços)

    Cliquem no arquivo de 3,76 GB, é 720p. E Já vi aqui que é boa a qualidade, só não achei a legenda... quem achar pfvr manda aqui!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Philipe

    "Se eu não estou por mim, quem estará? se estou por mim sozinho, quem sou eu? se não agora, quando? se não você, quem?" Esse diálogo é um dos mais fortes do filme. Assim, como nessa cena, o filme é carregado de peso, tanto histórico, quando dramático. Além disso, a história da protagonista se infiltrando na Ku Klux Klan traz imediatamente à memoria os manifestos racistas que houveram nos EUA em 2016 e em 2017 (inclusive o filme mostra imagens desses manifestos) e traz à tona a atual política dos EUA e até do Brasil, que legitima o propagação do ódio a vários seguimentos da sociedade, e é cada mais inaceitável acreditar que existiram pessoas que pensavam, e o pior, ainda pensa assim. ALL POWER TO ALL THE PEOPLE!

    Obs.: Três (Infiltrado na Klan, Green Book e Pantera Negra) dos oito indicados abordaram a questão racial em suas histórias, o que é notável!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Philipe

    “Isso não é um jogo para meninas! Desista! Você não vai durar uma semana! Aqui não é seu lugar! Eles nunca vão te deixar voar!” Essas foram algumas das frases que a Capitã Marvel ouviu durante sua vida e que não são estranhas à muitas mulheres cotidianamente. Depois de 20 filmes, a Marvel finalmente fez um filme protagonizado por uma heroína e só agora viu que ele pode ter o mesmo potencial que um filme de herói. Carol é apresentada como alguém frágil e que não acredita em seu próprio potencial, e com o passar do filme ela passar a ver que sua força e poder são muito maiores do que ela e qualquer um pudessem imaginar. Brie Larson consegue transmitir todas as facetas da personagem, e consegue ser ao mesmo tempo, frágil, dura, e transmitir segurança quando se torna Capitã e está em pleno poder.

    Uma das melhores cenas é quando ela é mostrada levando tombos em várias fases de sua vida, e ao final levanta e mostra que todos os obstáculos só serviram para fazê-la ir mais alto, mais longe e mais rápido pra qualquer lugar que ela deseje ir. Em outra cena Carol diz: “Faz tempo que luto em desvantagem, mas o que acontece quando eu finalmente me libertar?” Grande parte do sucesso do filme se baseia na forte mensagem que ele transmite: que não se deve desistir, que ser mulher não torna uma pessoa mais frágil, e acima de tudo, que não se deve subestimar ninguém pelo seu exterior. O fato de o filme estrear nos EUA no dia Internacional da Mulher só veio para reforçar a força da mulher, mesmo que elas não voem ou lancem rajadas de energias pelas mãos. Que a representatividade continue crescendo nas mídias e que mais pessoas possam se sentir felizes ao se verem nas telas. Higher, further, faster, baby! 🤜🏻🌟🤛🏻

    Obs.: Hoje a Carol Danvers está completando 51 anos da sua primeira aparição nas HQs.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.