Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/vivisvenancio/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > vivisvenancio
32 years, São Paulo, Brazil (BRA)
Usuária desde Abril de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"Du bist am Ende - was du bist.
Setz dir Perücken auf von Millionen Locken.
Setz deinen Fuß auf ellenhohe Socken.
Du bleibst doch immer was du bist."

[No fim sois o que sois,
Por mais que useis perucas de milhões de cachos,
E os pés sobre altas solas coloqueis:
Haveis de ser sempre o que sois]
— GOETHE, Fausto

***
"Mas você, meu amigo, se deseja viver entre os homens, aprenda a respeitar primeiro sua sombra - somente então o dinheiro. Mas, se quiser viver apenas para e si e para o que há de melhor no seu interior, então não precisa de nenhum conselho."
— ADELBERT VON CHAMISSO, A Maravilhosa História de Peter Schlemihl

Últimas opiniões enviadas

  • Viviane

    - O filme tem jeitão de clássico, do design dos créditos iniciais à trilha sonora.
    - A atriz que interpreta a Janet é excelente, acho que ainda veremos muito dela e Patrick Wilson se consagrou como garoto dos sonhos do terror contemporâneo. E tem eterna "Corra Lola Corra" Franka Potente num casting inusitado.
    - As referências a Horror em Amityville, Annabelle e O Exorcista deixam tudo mais divertido.
    - Tem algumas coisas meio piegas, mas perdoáveis frente aos sustos que oferece.
    - O envolvimento do público na minha sala de cinema mostrou que o filme fará sucesso.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Viviane

    ● É um "filme de arte" do Zombie e de homenagem aos clássicos: a inspiração em Dario Argento e Alejandro Jodorowsky é clara. Alguns planos lembram também "O Exorcista e a história do apartamento tem muito do "Bebê de Rosemary". Enfim, lembra os grandes filmes do gênero mas fica no meio do caminho. Não é ruim mas também não é um obra prima do medo.
    ● Também é o primeiro filme de Zombie sem personagens "white trash" (quem gosta disso vai sentir falta). Nesse ele adentra um mundo mais "moderninho" que entra em contato com o mundo antigo das famosas bruxas de Salém.
    ● É sempre bom ver parte da trupe reunida, uma das minhas características favoritas em Zombie é ele manter um certo elenco fixo de "musos" como Sid Haig e Ken Foree.
    ● A trilha sonora é ótima, como sempre. Fiquei apaixonada pelos cenários e figurinos.
    ● Algumas cenas são realmente tensas,

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    principalmente aquela em que a bruxa aparece na cozinha enquanto Heidi alimenta seu cachorro.


    ● Faltou aquele "quê" a mais para fazer desse filme algo realmente marcante. Acho que se as atuações fossem mais sólidas e tivéssemos mais tempo para nos relacionarmos com a personagem de Heidi, o filme teria sido excelente.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Viviane

    Como toda refilmagem, o filme tem pontos positivos e negativos. Na minha opinião, esses são alguns deles:

    PONTOS POSITIVOS:
    - Evil Dead virou, após mais de três décadas, uma franquia de horror de gente grande. É um filme adulto, a faixa etária de 18 anos não é mera firula nesse caso.
    - Do ponto de vista da tensão e do suspense, o filme funciona. Você fica realmente se retorcendo na cadeira.
    - A parte técnica é legal, impossível não ter uma sensação aflitiva após a outra; os ângulos também são bem interessantes e ajudam a construir a atmosfera de tensão.
    - O cenário e o enredo estão relativamente (ou melhor, suficientemente) relacionados com o original, apesar de alguns pontos colocados abaixo.
    - De forma geral, os atores são convincentes na demonstração de seu pânico. O destaque vai para Jane Levy como Mia.

    PONTOS NEGATIVOS:
    - Para mim, Evil Dead foi sempre uma combinação perfeita de terror e humor. A forma como Ash entrega os diálogos, a risada descontrolada dos demônios (e uma atitude que faz com a gente sinta até uma simpatia por eles), os efeitos técnicos que sempre ficaram na fronteira entre o genial e o ridículo. Este novo filme não tem humor e nenhum personagem tem a "pegada" de Ash.
    - O filme funciona porque é altamente explícito. Achei que choca mais do que cativa, estando bem ao gosto de parte da nova geração que curte ver litros de sangue escorrendo da tela e do voyeurismo das cenas de sofrimento sem cortes.
    -

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    O fato de as pessoas (ou no caso, Mia) voltarem de sua possessão sem nenhum traço das mutilações horríveis que sofreram não convence. Achei que nesse momento o filme ficou barato e o enredo se apagou. Da mesma forma, o pieguismo de "o amor salva" caiu na fórmula comum hollywoodiana

    .
    - Como já havia lido em algumas críticas, as cenas da câmera sobrevoando a floresta são realmente melhores nos dois primeiros filmes.
    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    - O recurso de "personalizar" o demônio naquela figura feminina é meio desnecessário. Gostava mais quando a câmera era utilizada para mostrar o ponto de vista do demônio.

    De forma geral, A Morte do Demônio é um filme ok e muitas das críticas nascem mais da comparação com seus famosos antecessores do que pelo mérito do filme em geral (excetuando alguns pontos do roteiro descritos acima). Mas, ao assisti-lo, algo que eu já desconfiava ficou claro para mim: eu sou uma purista quando o assunto é remake. Não sou contra refilmagens e nem contra a ideia de "fazer um script dar mais suco", vejo com prazer. Mas não importa quão ruim seja o original, acredito que a marca do tempo sempre deixa algo de mais saboroso no filme. Além disso, a ausência dessa imensidão de recursos tecnológicos fazia com que houvesse muito mais criatividade e sutileza, criando áureas únicas nas películas. Tenho a impressão de que todos os filmes de horror hoje tem todos o mesmo formato, fazem parte de uma produção em massa. A Morte do Demônio é bom, mas só o primeiro Evil Dead é 'groovy'!

    Para aqueles que tem uma quedinha pelos originais como eu, a cena bônus é um bálsamo... Aliás, FIQUE ATÉ O ÚLTIMO SEGUNDO DEPOIS DE TODOS OS CRÉDITOS!!! Seu coração saudosista agradecerá!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/