Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > wong
30 years Campina Grande - (BRA)
Usuário desde Setembro de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Luis Carlos

    Excelente.

    O filme retrata a vida de um músico muito talentoso, mas que não é notado. O que é bastante realista. Não tem o clichê do “músico que persegue seu sonho, passa por momentos difíceis e tal, mas no final consegue alcançar o seu objetivo”.

    O interesse está naqueles que ainda continuam tentando, mesmo quando parece que realmente não tem mais o porquê de continuar. Não precisa ser músico pra se simpatizar com as lutas de Llewyn Davis (Oscar Isaac). Essa frase: "Eu estou tão cansado. Pensei que precisava de uma boa noite de sono, mas... É mais que isso". Isso torna a história universal. Eu acho que esse sentimento de querer desistir, todo mundo já teve em algum momento da vida. A atuação do Oscar Isaac é excelente. Mesmo com uma expressão tranquila, ele consegue passar toda sua dor e amargura.

    Ô amarga ironia esse final...

    Eu não vi todos os filmes dos irmãos Coen. Mas não vi tão pouco assim, então, posso dizer que aqui eles se reinventaram. Dentre todos seus filmes que vi, é basicamente o mais íntimo, melancólico e realista. Continuam presente os diálogos inteligentes e peculiares, características de outros seus filmes.

    PS: A trilha sonora é obra-prima.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Luis Carlos

    É um filme fora do padrão. Eu entendo porque muitas pessoas não gostaram. Ele praticamente exige que você assista de uma maneira diferente. Não é sobre uma trama pré-estabelecida com início, meio e fim. Não existe uma explicação detalhada sobre os acontecimentos. Eu não tenho nada contra o modelo tradicional, mas o cinema pode e deve ser mais que isso. Esse é um filme feito pra perturbar e estimular sua imaginação.

    Eu gosto muito da ideia do alienígena (acho que ela é uma) explorando o ser humano e não o contrário (o que é mais comum acontecer). A maior parte do filme é acompanhando essa alienígena (Scarlett Johansson) que tem aparência humana tentando seduzir os homens que encontra na rua. A cada conversa, ela vai aprendendo se comunicar melhor e etc... Já que o seu vocabulário é limitado. O mais assustador e fascinante, é quando ela leva os homens para dentro de sua casa (é complicado descrever) com a intenção de sexo... Eles afundam numa espécie de piscina com água negra, enquanto estão tentando se aproximar dela... Isso acontece repetidas às vezes.

    Mesmo não entendendo o objetivo de tudo isso, as cenas são realmente muito estranhas e bonitas ao mesmo tempo, o que me deixou muito intrigado. Eu acho que o filme fica ainda mais interessante a partir do momento que ela conhece e leva um homem deformado para sua casa, algo acontece e faz com que ela se arrependa, acho que por reconhecer outro ser tão isolado como ela, por exemplo.

    A compaixão por outro ser desencadeou uma mudança no seu comportamento (a cena no espelho sugere isso). É daí que começa uma transição dela de alienígena para ser humano. Deixou de fazer aquilo que estava fazendo com os homens, não ficou mais apenas imitando os outros, ela começa explorar o seu corpo e etc... Ela fica confusa com certas coisas (como ao comer o bolo). A descoberta sobre si mesma (ser mulher) é acompanhada por uma mudança de caçadora pra presa na última parte do filme. A cena na floresta é aterrorizante, por ser terror da vida real mesmo. Ela não sabia o que era medo. O medo surge quando ela percebe o que significa ser mulher nesse mundo.

    Enfim, eu poderia falar sobre mais coisas, como a atuação brilhante de Scarlett, mas não vou me prolongar muito. “Sob a Pele” é poderoso e questionador. Isso é arte.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Luis Carlos

    Eu esperava muito mais, muito mesmo (hype é foda). Mas ainda assim, achei bom.

    A premissa central é sobre vingança e tal, o que foi interessante. Mas o enredo se arrastou por muito tempo com cenas prolongadas exageradas. Tanto é que gostei muito da primeira parte, por achar algo instigante e provocativo. Na segunda metade, os momentos são revisitados em diferentes ângulos, perspectivas e etc... Bom, isso tudo é bem contado. Mas depois que acontece a primeira reviravolta, acho que devido à história da primeira metade ter sido recontada em outra perspectiva o filme perde bastante a intensidade (pelo menos, pra mim) e fica bastante previsível (talvez porque sou familiarizado com os filmes do diretor).

    Enfim, o filme visualmente é realmente muito bonito. É bem atraente e tudo mais. Mas não consigo deixar de pensar que foi muita perfumaria pra pouco filme, haha.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Tarcísio Araujo
    Tarcísio Araujo

    Legal =D

  • Gabriel Mazzo
    Gabriel Mazzo

    Eu vi ''A Pele que Habito'' dele e odiei, fiquei com muito preconceito dele depois disso mas semana passada decidi dar uma olhada pra valer em outros filmes e amei. É um estilo excêntrico que não agrada qualquer um, pode ser que você não goste.

  • Gabriel Mazzo
    Gabriel Mazzo

    Sim, o Oldboy é um filme que eu não curti tanto pois achei confuso, sabe? Bem excêntrico mesmo. Assisti esse ano.

    Eu também me interesso bastante por cinema asiático. Foi o primeiro que me interessei por conta do Kurosawa depois que vi Os Sete Samurais, maravilhoso. Tem muito filme bom de outros países, pena que são pouco conhecidos, tu precisa ter paciência de ir garimpando eles.

    É, eu realmente tenho essa visão de atraso dos filmes nacionais. Poucos que vi eu realmente gostei, mas tem 2 que quero muito ver. O Pagador de Promessas e Noite Vazia.

    Sim, sempre baixo em qualidade máxima, por sorte a net aqui ajuda um pouco kkk. Vou buscar ver e te falo o que achei. Vi 2 filmes aqui para te recomendar mas os 2 você já viu hahaha.

    Vou te recomendar ''Fale com Ela'' que vi recentemente.

    Abs.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.