Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Helen Hayes (I)

Helen Hayes (I)

Nomes Alternativos: Helen Hayes Brown

16Número de Fãs

Nascimento: 10 de Outubro de 1900 (92 years)

Falecimento: 17 de Março de 1993

Washington, Distrito Federal - Estados Unidos da América

Foi uma popular atriz norte-americana. Conhecida como "a primeira-dama do teatro estadunidense", Hayes foi uma das nove pessoas a receber todos os mais importantes prêmios da indústria do entretenimento de seu país (Emmy, Grammy, Oscar e Tony).

Estreou nos palcos aos cinco anos de idade fazendo o papel de um pequeno príncipe na peça A Família Real. Três anos depois já estava na Broadway e teve uma carreira teatral brilhante de mais de 60 anos.
Foi casada com o diretor Edgar Selwyn que a dirigiu no seu primeiro grande sucesso no cinema, ''O Pecado de Madelon Claudet'' que lhe rendeu o primeiro Oscar. Seu segundo Oscar, desta vez como atriz coadjuvante veio em 1970 pela interpretação de uma simpática velhinha que embarcava clandestinamente em ''Aeroporto''.

Hayes começou a carreira no teatro em tenra idade. Ela disse que sua estréia nos palcos foi aos 5 anos de idade cantando no Washington Belasco Theatre (na Lafayette Square, em frente à Casa Branca.) Aos dez anos de idade, ela fez um curta-metragem chamado ‘’“Jean e a chita Doll “’’, mas só se mudou para Hollywood quando seu marido, o dramaturgo Charles MacArthur, assinou um contrato Hollywoodiano. Ela frequentou a ‘’Academia do Convento do Sagrado Coração’’, em Washington e se graduou em 1917. Três anos depois já estava na Broadway e teve uma carreira teatral brilhante de mais de 60 anos.

Sua estréia no cinema sonoro foi ''O Pecado de Madelon Claudet'' (1931), com o qual ganhou o Oscar de melhor atriz. Em seguida participou de filmes como “Médico e Amante” (1931); “Adeus à armas” (com o ator Gary Cooper, a quem Hayes admitiu ter achado extremamente atraente) (1932); ''A Irmã Branca'' (1933); ''O Valor das Mulheres/What Every Woman Knows (1934), a reprise de seu sucesso da Broadway; e ''Vanessa - Seu Drama de Amor'' (1935). No entanto, ela nunca se tornou uma atriz favorita entre os fãs e por achar o teatro mais sedutor, decidiu voltar aos palcos.

Hayes ganhou três prêmios Tony por suas performances no teatro, o primeiro em 1947 com o musical ‘’“Parabéns”’’ (1946-1948); o segundo com ''Time Remembered” (1958); e o terceiro em 1980, que foi concedido em homenagem a sua carreira teatral. Helen Hayes também foi vencedora de dois prêmios Oscar por: O Pecado de Madelon Claudet (1931) e por Aeroporto (1970), este último de melhor atriz coadjuvante/secundária. Em 12 de Maio de 1986, o presidente Ronald Reagan lhe atribuiu a ‘’’Medalha Presidencial da Liberdade’’’, a mais alta honra civil da América. Era mãe da atriz de teatro Mary MacArthur, que morreu em 1949 com 19 anos, e mãe adotiva do ator James MacArthur.

Se destacou também por viver a personagem Miss Marple, criada pela autora Agatha Christie em vários livros, em alguns filmes adaptados para a TV e o cinema.

Helen Hayes morreu aos 92 anos em Nyack, Nova York, no dia 17 de março de 1993 devido a insuficiência cardíaca e pouco tempo depois da morte de Lillian Gish, que fora sua amiga por décadas. Gish deixou Hayes como beneficiária de sua propriedade, mas Hayes sobreviveu apenas um mês após sua. Helen Hayes foi sepultada no "cemitério de Oak Hill’’ em Nyack. As luzes da Broadway foram diminuídas por um minuto, às 8:00 horas do dia em que ela morreu.

Filhos: James MacArthur, Mary MacArthur
Cônjuge: Charles MacArthur (de 1928 a 1956), John Swanson (de 1926 a 1928)