Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Ivan Cardoso
58Número de Fãs

Rio de Janeiro

Cineasta e fotógrafo, cursa o segundo grau no Colégio São Fernando, na zona sul carioca, onde edita um jornal escolar e leva artistas como Helio Oiticica e Carlos Vergara.

Influenciado pelo filme "O Bandido da Luz Vermelha", decide fazer cinema. Começa como assistente do diretor Rogério Sganzerla em "Sem Essa Aranha". Mais tarde, trabalha também com Julio Bressane, outro nome importante do cinema marginal. Em seguida, colabora com Torquato Neto na campanha contra o Cinema Novo, através da coluna Geléia Geral, publicada no jornal Última Hora.

A partir de 1970 começa a produzir vários filmes em super-8, como a série "Quotidianas Kodak", na qual faz paródias dos formatos de uma sessão tradicional de cinema, realizando traillers, cinejornais e documentários. Toda a série é realizada com o mesmo grupo de atores, denominado Ivamps, e composto pela sua mulher, Helena Lustosa, além de amigos como Ricardo Horta, Zé Português, Cristiny Nazareth e Afonso Pena.

Em 1982 realiza "O Segredo da Múmia", seu primeiro longa-metragem. O filme começou a ser feito sem história definida, apenas com algumas idéias do diretor e do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro, seu amigo pessoal desde o colégio. O elenco conta com Wilson Grey, colocado pela primeira vez como protagonista de um filme, e lança vários atores como o maestro Julio Medaglia e o advogado Felipe Falcão.

Seu filme de estréia obtém grande sucesso de público no Brasil e no exterior, e recebe mais de 20 prêmios, inclusive o de melhor filme no Festival de Cinema Fantástico de Madri.