Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Sharon Gless
86Número de Fãs

Nascimento: 31 de Maio de 1943 (75 years)

Los Angeles, California, EUA

Ela estreou na série “Faraday & Company”, de 1983, e foi deixando sua marca de humor, inteligência e dramatismo em cada um dos personagens que interpretou. Gless conquistou a fama como Christine Cagney, detetive da Polícia de Nova York, em “Cagney & Lacey”, trabalho pelo qual recebeu dois Emmy e um Globo de Ouro. Depois, ela trabalhou em “The Trials of Rosie O´Neilll”, do produtor executivo Barney Rosenzweig, que lhe valeu o segundo Globo de Ouro e uma indicação para o Emmy. Os dois se casaram em 1991.

Em 1994 e 1995, ela trabalhou com Tyne Daly no longa-metragem chamado carinhosamente de “The Menopause Years”, baseado na bem-sucedida “Cagney & Lacey”. Outras séries que merecem ser citadas: “Switch”; “House Calls” e a curta, mas bem-sucedida, “Turnabout”, de Steven Bochco. A crítica aplaudiu seu trabalho em “Separated By Murder”; “Hard Hat and Legs”; “Honor Thy Mother”; “Hobson´s Choice”; “Letting Go”; e nas minisséries “The Inmigrants”; “The Last Convertível”; “Centennial”; “Moviola: The Scarlett O´Hara Wars,” de Garson Kanin; e “The State Within” da BBC/BBC America. Em 2000, ela interpretou a louca e adorável Debbie Novotny, em “Queer as Folk”, do Showtime. A série continuou até 2005.

Aonde quer que ela vá, as pessoas se aproximam para demonstrar sua gratidão pelo sincero retrato da carinhosa mãe de um garoto homossexual. No cinema, ela fez o provocativo “O esquadrão da justiça” (The Star Chamber), como a mulher de Michael Douglas. Além disso, colaborou com a gravação de vários livros narrados e atuou em novela de rádio, entre elas “Night, Mother”, da BBC, com a qual ganhou um prêmio Sony.

No teatro, ela interpretou Annie Wilkes na versão de “Misery” de Stephen King no Criterior Theater do West End de Londres. Quatro anos depois, trabalhou com Tom Conti em “Chapter 2” de Neil Simon no Gielgud Theater. Gless trabalhou também em “Cahoots” de Claudiallen no Victory Gardens Theater e em “Monólogos da Vagina” (The Vagina Monologues) de Eve Ensler no Madison Square Garden. Sua estréia no teatro foi com “Watch on the Rhine”, no Stage West de Springfield, Massachusetts.

A atriz participa ativamente da defesa dos direitos da mulher. Ela se uniu a outros milhares de mulheres na primeira “Marcha pela Vida das Mulheres” (March for Women´s Lives) em Washington, nos Estados Unidos. Em 2005, recebeu o People for the American Way de Norman Lear pela sua contribuição aos direitos humanos.

Atualmente encarna a mãe do espião Mike Westen (Jeffrey Donovan) no seriado Burn Notice, ao lado dos atores Bruce Campbell e Gabrielle Anwar.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.