Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/analiavencioneck/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > analiavencioneck
24 years, Rio de Janeiro, RJ (BRA)
Usuária desde Dezembro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Analia

    Confesso que não teria entendido nada, não fosse uma palestra que assisti antes, que me clareou muito. Principalmente pelo fato de resgatar valores do Expressionismo alemão, constantes no filme, o que pode levar a compreender muita coisa acerca do enredo e da estética.
    O filme foca, principalmente, no colapso da família burguesa, esse desastre disfarçado pelas instituições política e religiosa. Essa família, que não possui comunicação nem afeto, o homem que não quer abrir mão do status de "marido", a mulher infiel com seus fantasmas interiores, que se nega a fingir.
    Aquele ser repugnante que Anna esconde do mundo: seria Deus, ou seria seu verdadeiro interior, seus desejos materializados num monstro sórdido e incompreensível que ela alimenta, venera, sacia? Sinceramente, não sei. Obviamente, se for Deus, está representando toda a hipocrisia por trás da imagem religiosa: horroroso, incestuoso. Mas, no fim, imagem e semelhança.
    E por que "Possessão"? é difícil. A possessão no sentido mais óbvio, a posse pelo status, ou mais próximo de "obsessão", loucura? Ou a posse do Deus bizarro do filme? Fica essa dúvida. Na verdade, ficam muitas. Mas é um filme incrível, vale a pena ser visto, causar aquele incômodo.
    Adjani tá incrivelmente linda e macabra, com aquela cara de anjo em contraste com aquelas "danças" de possessão e os gritos viscerais de horror.
    Não é óbvio: no começo, parece tratar de algo completamente diferente: um marido enciumado, louco. Logo depois, a reviravolta, e no fim, o desolamento, a incoerência.
    Vários pontos ficam sem resposta, como o "duplo" da Anna (a professora perfeita e sensata), a criança nesse caos todo... E isso é ótimo, essa coisa de terminar sem as respostas, sem ver o fim.
    É um filme incrivelmente inteligente, agonizante, brilhante.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Analia

    Não é um filme óbvio, nem mais uma história romântica. Entre as lembranças e o presente, há a percepção aguçada e sensível do Oliver, que dá o tom colorido e sarcástico à história. Há o amor incondicional, a incompreensão sobre si mesmo, a solidão, e ao mesmo tempo em que você sente esperança, sente o vazio da vida das pessoas. Ninguém é completo, ninguém tem respostas.
    Talvez o cachorro.
    Chorei e sorri.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Ivan Drago
    Ivan Drago

    Hey , me deixa no vácuo tbm , por favor !!

  • Márcia
    Márcia

    ei, vamos ver série lá em casa?