Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/ojorgeborges/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > ojorgeborges
22 years (BRA)
Usuário desde Junho de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"I'd like to tell you the story of the eyes that changed my world"

Instagram/facebook/medium: ojorgeborges

Últimas opiniões enviadas

  • Jorge Borges

    Pelo visto comentar uma "opinião impopular" no perfil desse filme é comentar elogios... Vários "justiceiros da honra Jedi" querendo que Star Wars morra nas trilogias a fim de, sei lá, preservar a ideia central da franquia (?), quando na verdade este é um universo empolgante, complexo e passível de muita, mas muita exploração... Já rendeu 3 trilogias, livros, desenhos, e se Deus quiser muitos spin offs pra contar tudo o que ainda pode e precisa ser contado... Enquanto os "fãs" deveriam estar felizes pelo resgate/aprofundamento de um personagem tão importante, estes estão mais preocupados em ainda criticar a escolha do ator, que inclusive arrasou no papel e trouxe um Han Solo fiel e empolgante. Han Solo não é o spin off dos sonhos, mas fiquei muito feliz e saudoso em ver tantos personagens memoráveis em seus dias áureos. Supera e aprecia, galera! Faz bem pro coração!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jorge Borges

    SPOILERS À FRENTE!!

    Fico realmente preocupado com o resultado que essa série pode gerar na sociedade (principalmente sendo o público em sua maioria jovens confusos assim como os da série), mas não por causa de seu desfecho ou de suas cenas chocantes, mas pelo caminhar, o que ela transmite até que se chegue a uma conclusão. É perceptível o perigo em mostrar jovens se divertindo e achando escape num stand de tiro ou atirando em garrafas no quintal do vizinho (inclusive mostrando como manusear uma arma em close ups detalhados e instruções verbais!!!!!!!!). Também sinto muita aflição em como a série denunciou o mundo real jogando no ventilador a merda que é jovens brancos, ricos e cercados de privilégios sendo beneficiados perante a JUSTIÇA enquanto outros - por fazerem muito menos - acabam recebendo penas mais duras, pois, por mais que seja a realidade em muitos casos, incentiva tantos jovens a cometerem os mesmo erros, acreditando que seus privilégios os blindam de punições severas. Também me preocupa que até chegar na fatídica - e longínqua, convenhamos - season finale a serie tenha se empenhado tanto em mostrar uma sociedade completamente tóxica, onde as pessoas se machucam física e psicologicamente o tempo todo, agindo de forma rude, ingrata, desleal, estúpida, agressiva e completamente sem noção, pois por mais que existam pessoas assim na vida real, não é nada saudável mostrar que é pop e cool ser um completo babaca para se safar/resolver problemas.

    Entretanto fiquei feliz com algumas cenas em especial, como a do julgamento do caso da Jess, onde ela, em seu depoimento, fala por tantas mulheres que foram abusadas de alguma forma, de forma tão corajosa. Era esse tipo de inspiração que esperei ver na segunda parte da história iniciada pelas controversas fitas da Hannah Baker.

    Enfim, ainda estou ruminando tudo que vi, mas posso dizer que a meu ver essa segunda temporada, apesar dos avisos de segurança nos inícios dos episódios e da produtiva discussão com uma médica, membros do elenco e da equipe técnica ao fim da temporada, não foram suficientes pra direcionar os acontecimentos pra um caminho de discussões inteligentes rumo à igualdade e respeito entre os seres humanos dessa faixa etária.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jorge Borges

    Querida humanidade,

    Caso desejem enviar ao espaço uma missão caríssima de colonização pra outro planeta, por gentileza, contrate profissionais preparados e capacitados para toda e qualquer situação e reserve um espaço no orçamento para vidros blindados.

    Grato.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Sávio
    Sávio

    Eae

  • Renata Queiroz
    Renata Queiroz

    hahahahaha, fiquei curiosa para saber qual foi sua resposta à questão levantada sobre veterinários serem hipócritas.

  • Renata Queiroz
    Renata Queiroz

    já vi, querido, só não analisei mesmo. porém, tem uma pá de análises bacanas lá na página. achei o filme provocante, nada óbvio e absurdamente subersivo. pra mim, já é um dos melhores lançamentos do ano, e também espero não demorar muito pra ver outros trabalhos do Jordan Peele.
    é bem gratificante ver filmes de terror que, nas mãos de diretores sensíveis, também conseguem desafiar a reflexão e cutucar feridas sociais. The Witch, que eu considero uma pérola do terror contemporâneo, fez isso brilhantemente ao retratar a opressão das mulheres ao longo dos séculos. Raw é escatologicamente lindo, também. aliás, se não viu, corre!

    ainda sobre Get Out, li alguns comentários bem desagradáveis e vazios, o que me leva a pensar em como gente branca tem dificuldade de enxergar além do próprio umbigo. mas, afinal, quando é que foi diferente disso, não é?
    ¯\_(ツ)_/¯

    e você, me diz o que achou. :)