Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Rhonda Fleming

Rhonda Fleming

Nomes Alternativos: Marilyn Louis

13Número de Fãs

Nascimento: 10 de Agosto de 1923 (95 years)

Hollywood, Los Angeles, California - Estados Unidos da América

Rhonda Fleming, nome artístico de Marilyn Louis, nascida em Hollywood, Califórnia em 10 de agosto de 1923, é uma atriz e cantora norte-americana.
Famosa mais pela beleza que pelos dotes artísticos, batizada pela mídia da época como a "rainha do Technicolor", "uma das figuras mais marcantes dos chamados filmes de ação e aventura", impossível de ser mal fotografada, segundo um cameraman, Rhonda Fleming era dona de fulgurantes cabelos vermelhos que emolduravam um rosto perfeito e fizeram dela uma das atrizes mais bonitas de seu tempo. Nascida e criada em Hollywood, no seio de uma família envolvida com teatro, estreou no cinema como dançarina não creditada no faroeste In Old Oklahoma (1943), quando ainda estudava no colegial. Seu nome apareceria nas telas pela primeira vez dois anos depois, como a ninfomaníaca de Spellbound (1945), suspense de Alfred Hitchcock.

Rhonda esteve sob contrato na Paramount entre 1947 e 1957 e são deste período alguns de seus filmes mais representativos, como o musical baseado na obra de Mark Twain A Connecticut Yankee in King Arthur's Court (1949), com Bing Crosby, The Buster Keaton Story (1957), pseudo-biografia do grande comediante, ao lado de Donald O'Connor e os dois principais faroestes dos treze que coestrelou, Pony Express (1953), com Charlton Heston e Gunfight at the O.K. Corral, com Burt Lancaster e Kirk Douglas. Outros filmes importantes incluem os noir The Spiral Staircase (1946), Out of the Past (1947) e While the City Sleeps (1956), todos feitos na RKO Radio Pictures.

A partir dos anos 1960 apareceu com frequência na televisão, onde atuou em telefilmes e em séries como Death Valley Days, Wagon Train, Burke's Law e McMillan & Wife. Sua última aparição na tela grande foi em The Nude Bomb (1980), o primeiro longa-metragem de Maxwell Smart (Don Adams), o atrapalhado agente da consagrada série Get Smart. Em 1990, já aposentada, esteve ao lado de Robert Mitchum em Waiting for the Wind, uma pequena história com mensagem cristã.

Além da atividade diante das câmeras, Rhonda também apresentou-se na Broadway e excursionou como cantora por várias cidades. Lançou um LP, Rhonda (1958), com sucessos da época e standards da canção norte-americana.. Em 2008, lançou o CD Rhonda Sings Just for You, com remasterizações de músicas cantadas por ela em seus filmes e shows televisivos.

Após retirar-se da vida artística, Rhonda tem se dedicado com afinco à caridade, principalmente em instituições dedicadas a pesquisas sobre o câncer. Casou-se seis vezes, sendo que os quatro primeiros matrimônios terminaram em divórcio e o quinto, com o falecimento do cônjuge. Seu casamento mais recente data de 2003, com o veterano da Segunda Guerra Mundial Darol Wayne Carlson. Entre seus ex-maridos, estão Lang Jeffries, ator canadense que fez carreira no cinema inglês, o produtor-roteirista-diretor Hall Bartlett e o produtor Ted Mann, estes norte-americanos. De sua primeira união resultou seu único filho, Kent Lane, que atuou como ator na década de 1970.

Cônjuge: Darol Wayne Carlson (desde 2003), Ted Mann (de 1977 a 2001), Hall Bartlett (de 1966 a 1972), Lang Jeffries (de 1960 a 1962), Lew Morrell (de 1952 a 1954)
Filho: Kent Lane
Pais: Effie Graham, Harold Cheverton Louis

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.