filmow.com/usuario/brenoribeiro/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > brenoribeiro
31 years (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Breno

    Análise psicológica do filme 21 gramas

    21 gramas, do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu, conta com uma narrativa não linear que, devido a uma montagem original, torna-se um quebra-cabeças onde cada nova cena ressignifica o que foi visto anteriormente. O resultado é uma obra carregada que aborda vários temas e dá subsídios pra discussões diversas. Nesta análise vou focar no tema ‘transplante’, procurando ressaltar os efeitos subjetivos desse procedimento no personagem principal do filme.

    Continue lendo em: http://goo.gl/xurHjz

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Breno

    Cheguei as seguintes conclusões sobre o filme:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    A mãe tem desejo de matar o filho e por não conseguir aceitar esse sentimento cria o Babadook.

    Explicarei melhor meu ponto de vista a seguir:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    No filme, por meio de flashbacks, vemos que Amelia perdeu seu marido num acidente de carro, quando ela estava em trabalho de parto e o marido a levava ao hospital. De alguma forma Amelia associa a morte do marido e todo o seu sofrimento subsequente ao seu filho Samuel, que nascera naquela noite.

    Desde o início do filme podemos notar que há uma rejeição ao filho, como sugere a cena onde os dois estão deitados, Samuel dormindo abraça a mãe e ela logo se desvencilha do filho e se afasta. Mas esse sentimento hostil é evidente em vários momentos do filme e se expressa pelo desinteresse e mesmo negligência da mãe, que vê o filho ter problemas na escola e simplesmente deixa de leva-lo a escola, dizendo a todos que o mesmo está doente.



    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Acredito que o conceito de Freud denominado ‘retorno do recalcado’ pode auxiliar numa interpretação das metáforas do filme. Para o pai da psicanálise, o ‘retorno do recalcado’ representa um mecanismo psíquico através do qual os conteúdos que foram recalcados, ou seja, expulsos da consciência, tendem constantemente a reaparecer de maneira distorcida ou deformada. Os conteúdos expulsos da consciência geralmente consistem em ideias e afetos que são insuportáveis ao sujeito.

    No decorrer do filme vemos que a hostilidade da mãe para com o filho é muito maior do que imaginávamos e que Amelia pode possui desejo de matar o filho, para puni-lo pelo mal que ela acha que ele causou à sua vida. Essa ideia é insuportável para uma mãe e Amelia tenta expulsá-la de sua consciência, por meio de uma estratégia mental. Ela então nega toda sua agressividade e sentimentos hostis e os externaliza, projetando-os no Babadook, monstro de um livro infantil possivelmente escrito pela própria personagem, “Eu escrevia alguns artigos para revistas. Coisas de criança”, ela diz em determinada cena.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Quando se aproxima do aniversário de Samuel (a mesma data da morte do marido) esses sentimentos ficam mais aflorados e insistem em retornar, é quando o Babadook começa a aparecer.

    O monstro então pode ser entendido como o mal negado e reprimido que retorna de forma destorcida, o conteúdo quer voltar à consciência e isso é mostrado no filme através da metáfora do Babadook (os sentimentos que foram ‘externalizados’) que quer entrar no corpo de Amelia. O que fica claro quando Amelia lê esse trecho do livro: “QUANTO MAIS NEGAR, MAIS FORTE EU FICO. DEIXE-ME ENTRAR. VOCÊ COMEÇA A MUDAR QUANDO EU ENTRO”.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    E o trecho do livro que diz que “O BABADOOK CRESCE SOB A SUA PELE” tem o mesmo sentido da cena do buraco sob o papel de parede de onde que emergem baratas. Ambas são metáforas do mal interior que aflora.

    Quando o Babadook possui Amelia, ela é tomada por seus sentimentos de ódio ao filho e tenta mata-lo. E é interessante ver que Samuel usa as armas que ele preparou para se defender do monstro contra sua mãe, pois desde o início ela é o Babadook.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    No final Amelia ‘doma’ o monstro, mantendo-o porão e o alimentando todo dia, como quem olha de frente e aceita seu lado ruim, mas tem que cuidar diariamente para não deixar que ele tome o controle.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Nathalia
    Nathalia

    Tive que refazer meu face! estou com outro agora... me manda o meu pra eu te add! :D

  • Brujo
    Brujo

    Não sei o que pode ser, a privacidade está definida como "pública". O filmow é cheio de bugs e levam uma vida para arrumar essas coisas infelizmente

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.