Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Alberto Sordi
21Número de Fãs

Nascimento: 15 de Junho de 1920 (82 years)

Falecimento: 24 de Fevereiro de 2003

Rome, Lazio - Itália

Sordi iniciou na carreira artística aos 19 anos, como dublador do comediante Oliver Hardy (da dupla O Gordo e o Magro). Após isso, participou de programas de rádio e de algumas peças de teatro, mas foi no cinema que alcançou fama internacional.

Seu primeiro papel importante foi sob a direção de Fellini em ''Abismo de um Sonho/Lo sceicco bianco'' (1952), no mesmo ano junto com sua amiga Sophia Loren fez ''È arrivato l'accordatore'' e no ano seguinte fez ''Os Boas Vidas/I vitelloni ''(1953), um filme sobre jovens preguiçosos, no qual ele interpreta um fraco, imaturo efeminado homem, também de Federico Fellini. Depois cinco filmes com Sophia Loren, ''Ci troviamo in galleria'' de Mauro Bolognini e ''O Juiz Dirige a Comédia/Un giorno in pretura'' (1954), de Steno; ''Duas Noites com Cleópatra/Due notti con Cleopatra'' (1954) de Mario Mattoli; ''Nossos Tempos/Tempi nostri - Zibaldone n. 2'' (1954), de Alessandro Blasetti e ''O Signo de Vênus/Il segno di Venere'' (1955), de Dino Risi.

Em 1956, com Vittorio De Sica, Gloria Swanson e Brigitte Bardot, esteve em ''Meu Filho Nero/Mio figlio Nerone'' (1956) de Steno.

Em Hollywood, fez ''Adeus às Armas/A Farewell to Arms'' (1957) de Charles Vidor e John Huston, que deu indicação ao Oscar de coadjuvante para seu amigo, também italiano Vittorio De Sica.

Em 1959, ele apareceu em ''A Grande Guerra/La grande guerra'', considerado por muitos críticos e historiadores de cinema como uma das melhores comédias italianas, ao lado de Vittorio Gassman e Silvana Mangano, sob a direção de Mario Monicelli.

Foi premiado com um Globo de Ouro de Melhor Ator em Musical ou Comédia por'' Il diavolo'' (1963). Sordi atuou ao lado de David Niven na comédia ''O Melhor dos Inimigos/The Best of Enemies que lhe deu uma indicação ao Golden Globes, USA, prêmio que ele concorreu pela terceira vez em 1966, pelo filme ''Esses Homens Maravilhosos E Suas Máquinas Voadoras/Those Magnificent Men in Their Flying Machines or How I Flew from London to Paris in 25 hours 11 minutes'', de Ken Annakin.

Ganhou doze vezes o David di Donatello Awards (o Oscar do cinema italiano) e cinco vezes o Italian National Syndicate of Film Journalists.

Esteve com Bette Davis e Silvana Mangano em ''Semeando a Ilusão/Lo scopone scientifico'', de Luigi Comencini.

Sordi também conseguiu papéis dramáticos, mais notavelmente em 1977, em ''Borghese Piccolo Piccolo'' , no qual ele retrata um funcionário idosos cujo filho é morto em um assalto à mão armada, e sai para se vingar.

Em 2001, ganhou seu terceiro prêmio no Festival de Veneza.

Sordi morreu pouco antes de seu octogésimo terceiro aniversário na sequência de um ataque cardíaco. Uma multidão de mais de um milhão se reuniram para prestar suas últimas homenagens em seu funeral pela Basílica de São João de Latrão, tal evento em Roma só saiu perdendo apenas para a do Papa João Paulo II , que morreu dois anos depois. Sordi também foi um grande apoiante da equipe de futebol AS Roma.