Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Christine Baranski

Christine Baranski

Nomes Alternativos: Christine Jane Baranski

291Número de Fãs

Nascimento: 2 de Maio de 1952 (66 years)

Buffalo, Nova York - Estados Unidos da América

Baranski nasceu em Buffalo, no estado americano de Nova York, filha de Virginia (nascida Mazurowski) e Lucien Baranski, editor de um jornal em polonês. De origem polonesa, seus avós eram atores de teatro da Polônia. Christina frequentou a Villa Maria Academy, e depois estudou na Juilliard School.
É casada com o ator Matthew Cowles desde 1983, com quem tem duas filhas.

Baranski fez sua estreia Off-Broadway na peça Coming Attractions, no teatro Playwrights Horizons, em 1980, e apareceu em diversas produções no Manhattan Theatre Club, começando com Sally and Marsha, em 1982.

Estreiou na Broadway com Hide & Seek, em 1980. Em seguida fez The Real Thing, de Tom Stoppard, pela qual conquistou o prêmio Tony de melhor atriz numa peça teatral, em 1984. Entre outros de seus trabalhos na Broadway estão Hurlyburly, The House of Blue Leaves, Rumors, Regrets Only, Nick & Nora e a versão do Encores! de Follies.

No Kennedy Center, em Washington D.C., Baranski interpretou a Sra. Lovett, de Sweeney Todd, em 2002, (pelo qual conquistou o prêmio Helen Hayes de melhor atriz num musical, em 2003), e Mame, em 2006.

Em sua primeira produção para a Broadway desde 1991, interpretou a empregada Berthe na versão de 2008 de Boeing Boeing. O espetáculo conquistou dois prêmios Tony, um por melhor revival de uma peça e o outro por melhor ator (para Mark Rylance). O elenco original consistia de Bradley Whitford (Bernard), Kathryn Hahn (Gloria), Baranski (Berthe), Gina Gershon (Gabriella) e Mary McCormack (Gretchen), e ficou em cartaz até 4 de janeiro de 2009.

Também apareceu numa performance de apenas uma noite da peça A Little Night Music, de Stephen Sondheim, para a Roundabout Theatre Company, no papel da condessa Charlotte Malcolm (em 12 de janeiro de 2009). O elenco também contou com Vanessa Redgrave, Natasha Richardson, Victor Garber e Marc Kudisch, entre outros.
Além de conquistar o Tony por duas vezes, também recebeu o Prêmio Drama Desk.

Baranski também interpretou diversos papeis em filmes; alguns dos mais conhecidos são Katherine Archer in The Birdcage (br: A Gaiola das Loucas / pt: Casa de Doidas), Mary Sunshine no musical Chicago, Martha May Whovier em How the Grinch Stole Christmas e Tanya no musical Mamma Mia!

Christine interpretou Maryanne Thorpe, amiga de Cybill Shepherd em Cybill, sitcom da CBS exibida de 1995 a 1998; neste período apresentou o Saturday Night Live e conquistou o prêmio Emmy como melhor atriz coajuvante numa série de comédia, além de receber três outras indicações.

Em 1999 recebeu uma indicação para o Emmy pela sua participação especial como uma intimidante psiquiatra num episódio da série Frasier, da NBC. Teve também uma participação não-creditada na série Now and Again, como a voz da esposa de Roger, Ruth, que nunca é vista pelos telespectadores.

Apareceu posteriormente na sitcom Welcome to New York, de 2000-2001, e, com John Larroquette, na sitcom Happy Family, da NBC, em 2003-2004. Também apareceu na sitcom clássica The Brady Bunch, como Paula, amiga de Marcia que lhe coloca numa situação difícil durante uma "festa do pijama". Co-estrelou, juntamente com Bernadette Peters, um piloto de uma sitcom para a ABC sitcom, Adopted, em 2005, porém o seriado não foi selecionado pela emissora. Também interpretou Faith Clancy, mãe de Jim Clancy em Ghost Whisperer.

Apareceu na série 3rd Rock from the Sun, no papel de uma bibliotecária chamada Sonja Umdahl, no episódio "Dick and the Single Girl". Também teve uma participação especial recorrente na série The Big Bang Theory como a dra. Beverly Hofstadter, uma insensível expert em psiquiatria e neurosciência (usando pesados óculos), mãe de um dos protagonistas, Leonard Hofstadter. Depois de aparecer pela primeira vez no episódio intitulado "The Maternal Capacitance", na segunda temporada (pelo qual foi indicada ao Emmy), retornou para uma aparição na terceira temporada, no episódio de Natal, "The Maternal Congruence".

Em 2009 assumiu o papel de Diane Lockhart, sócia e uma das principais advogadas de uma grande empresa de advocacia de Chicago, na série The Good Wife. No mesmo ano apareceu em Ugly Betty, como Victoria Hartley, mãe de um namorado de Betty, e teve uma participação especial na estreia da temporada de Psych do mesmo ano.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.