Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > John Candy
493Número de Fãs

Nascimento: 31 de Outubro de 1950 (43 years)

Falecimento: 4 de Março de 1994

Toronto, Ontario - Canadá

Comediante canadense nascido em Toronto e radicado nos Estados Unidos, especializou-se em filmes de pastelão e tornou-se famoso por sua participação em Splash, Uma Sereia em Minha Vida, em 1984. Um dos atores mais populares do cinema norte-americano atual, sabia transmitir emoção e era dotado de um carisma que atraía uma imensa platéia aos cinemas. Considerado o comediante gordo mais ágil desde Jackie Gleason, Candy era grande fã dos esportes, pertencendo aos times de futebol americano e hockey no ginásio até que um problema com os joelhos encerrou suas esperanças de uma carreira profissional.

Ainda em Toronto iniciou-se nos palcos, tendo sido orientado por seu conterrâneo, Dan Aykroyd. Em Chicago, entrou para o Second City Theatre, tendo como colegas na época, Bill Murray e John Belushi. Sua estréia em Hollywood aconteceu em 1979, com o filme 1941, de Steven Spielberg, e passando a personificar o bonachão que lhe rendeu fama e simpatia do público. Seu primeiro êxito de bilheteria foi As Grandes Férias, com Dan Aykroyd e dirigido por Carl Reiner em 1988, onde Candy já mostra sua graça e ar meio safado que sempre foi motivo de riso.

Uma das atuações que mais marcaram sua carreira foi em Antes Só do que Mal Acompanhado, numa parceria com Steve Martin e realizando cenas antológicas. Fez a dublagem de O Cavalo Falante. O último filme de Candy, Jamaica Abaixo de Zero, passou nos cinemas e saiu em vídeo no Brasil em novembro de 1994. Antes do cinema, ele chegou a trabalhar em papéis secundários em programas realizados pela TV americana, retratando comédias de costumes.

O ator sofreu um ataque cardíaco quando estava no set de filmagens em Durango, México, rodando sua participação no filme Dois Contra o Oeste, vindo a falecer aos 43 anos de idade, em 4 de março de 1994. Uma autópsia revelou que ele tinha a doença de coração e aterosclerose estágio avançado, o que provocou uma embolia coronariana, levando a um infarto do miocárdio (ataque cardíaco) e uma fatal arritmia cardíaca.