Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Yves Montand

Yves Montand

Nomes Alternativos: Ivo Livi

45Número de Fãs

Nascimento: 13 de Outubro de 1921 (70 years)

Falecimento: 9 de Novembro de 1991

Monsummano Terme, Pistoia, Toscana - Itália

Foi um ator e cantor italiano naturalizado francês.

Seu nome de batismo era Ivo Livi e embora nascido na Itália, ele foi o ator que melhor encarnou o mito do homem francês. Considerado menos bonito que Alain Delon mas mais simpático e carismático, Montand provou que além de um ótimo cantor era também um bom ator.

Comunista inicialmente e depois defensor da liberdade e contra qualquer ditadura, Montand foi parceiro constante do diretor Costa-Gavras com quem fez cinco filmes, entre eles “Z”, “Estado de Sítio” e “A Confissão”.

Estreou como ator em 1946 com o diretor Marcel Carné no filme “As Portas da Noite”, mas se destacou também em “O Salário do Medo” de Henri-Georges Clouzot em 1952; “Adorável Pecadora” ao lado de Marilyn Monroe de 1960; “Paris Está em Chamas” de René Clement em 1966 e “Viver por Viver” de Claude Lelouch em 1967.

Foi casado por 30 anos com a atriz Simone Signoret até a morte dela em 1985, mas teve romances célebres com a cantora Edith Piaf no final dos anos 40 e com Marilyn Monroe.

Em 1982, apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo com um espetáculo de canções francesas.

Morreu de ataque do coração, curiosamente após terminar de filmar um filme onde seu personagem morria da mesma maneira. Suas palavras a caminho do hospital foram: “Sei que sou um caso perdido, mas isso não é grave. Eu tive uma vida fantástica.”

Cônjuge: Carole Amiel (de 1987 a 1991), Simone Signoret (de 1951 a 1985)