Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Billie Burke
15Número de Fãs

Nascimento: 7 de Agosto de 1884 (85 years)

Falecimento: 14 de Maio de 1970

Washington, District of Columbia, EUA

Billie viajou o mundo quando criança, pois seu pai trabalhava em um circo como palhaço, até que finalmente se estabeleceram em Londres. Lá ela assistiu a peças de teatro e decidiu que queria ser atriz.
Em 1903 estreou no teatro em Londres, depois voltou a América e ai estrelou comédias musicais na Broadway, onde foi muito elogiada. Lá ela chamou a atenção de Florenz Ziegfeld Jr., criador do espetáculo Ziegfeld Follies, e em 1914 se casaram, em 1916 tiveram uma filha.
Em 1916 fez sua estréia no cinema, já como estrela. Mas ela não abandonou os palcos do teatro, que era sua grande paixão, porque a permitia falar, o que era impossível no cinema mudo. Infelizmente em 1932 ela não teve escolha e teve que retornar as telas, depois de quase 11 anos afastada do cinema, devido a famosa "crise de 29", que afetou as finanças da família.
Durante as filmagens de A Bill of Divorcement, seu marido faleceu, mas voltou a filmar logo após o funeral. Em 1937 foi feito um filme sobre Ziegfeld chamado The Great Ziegfeld, onde Billie foi interpretada pela atriz Myrna Loy.
Em 1938 foi indicada ao prêmio Oscar de melhor atriz (coadjuvante/secundária), por seu papel em Merrily We Live. Nesse mesmo ano, foi escolhida para representar o papel de Glinda "the Good Witch of the North", no clássico O Mágico de Oz(1939).
De 1943 a 1946 apresentou semanalmente o programa de rádio "The Billie Burke Show". Fez participações em programas de TV. Nessa época tentou retornar aos palcos, onde atuou em peças de pouca repercussão. Escreveu duas autobigrafias intituladas "With a Feather on My Nose" (1949) e "With Powder on My Nose" (1959).
Na década de 1950 teve que abandonar a carreira, por estar com problemas de mémoria, sua última aparição foi no filme Sergeant Rutledge em 1960. Ela foi diagnotiscada com Mal de Alzheimer. Billie Burke morreu aos 85 anos em decorrência da doença em 1970.