Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Farrah Fawcett

Farrah Fawcett

Nomes Alternativos: Mary Farrah Leni Fawcett

68Número de Fãs

Nascimento: 2 de Fevereiro de 1947 (62 years)

Falecimento: 25 de Junho de 2009

Corpus Christi, Texas - Estados Unidos da América

Nascida no Texas em 2 de fevereiro de 1947, estudou microbiologia na Universidade do Texas, mas sempre quis ser atriz. Estreou numa ponta no filme ''Un homme qui me plaît'' em 1969. Nos anos seguintes, participou de séries ''Jeannie é um Gênio''; ''A Família Dó-Ré-Mi ''; ''S.W.A.T. ''; ''Starsky and Hutch''; ''O Homem de Seis Milhões de Dólares''; entre outras. O grande sucesso de Farrah Fawcett, que a tornou mundialmente famosa, veio após ser convidada pelo produtor Aaron Spelling para atuar ao lado das futuras amigas Kate Jackson e Jaclyn Smith (que acompanharam Farrah, por toda vida), em 1976, o primeiro elenco da série de televisão Charlie's Angels (As Panteras, no Brasil e Os Anjos de Charlie, em Portugal), no papel da detetive loura Jill Munroe. Por causa da série Farah foi considerada um dos maiores símbolos sexuais femininos da década de 1970 e uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos; tornando-se um ícone da cultura pop, cujo penteado foi copiado por milhões de mulheres e cujo pôster quebrou recordes de venda, tornando-a um símbolo sexual dos anos 1970s e 1980s, com maior impacto sobre a geração adolescente da época e até depois.

Apesar de ser tratada como a estrela do seriado, abandonou-o ao final da temporada, o que lhe custou uma ação judicial movida pelos produtores por quebra de contrato. Para evitar pagar uma indenização milionária, Fawcett aceitou um acordo no qual deveria aparecer em três episódios anuais por duas temporadas (terceira e quarta) seguintes da série. Fawcett, após deixar a série, começou a trabalhar no cinema, no filme "Somebody Killed Her Husband".

O pôster que lançou, pouco antes da estreia do seriado, no qual aparece em um maiô vermelho, vendeu oito milhões de cópias nos primeiros meses. E, pôde ser visto também no filme Os ''Embalos de Sábado à Noite'' no quarto do personagem principal Tony Manero, feito por John Travolta.

Mais tarde, ganhou a aprovação da crítica em peças off-Broadway e vários papéis desafiadores em aclamados telefilmes e minisséries (Cama Ardente, Nazi Hunter: The Beate Klarsfeld Story), Pobre Menina Rica, Margaret Bourke-White e até em papéis antipáticos (Small Sacrifices). Com isso conquistou quatro indicações ao EMMY (o Oscar da TV).

Em 1995 ganhou sua estrela na ''Calçada da Fama/Walk of Fame'', sendo ela e Jaclyn Smith, as únicas que interpretaram ''As Panteras'', a ganharem a tão cobiça Calçada da Fama.

Em 2 de dezembro de 1995, Farrah Fawcett posou para a revista Playboy e permanece até hoje como o segundo recorde de vendas, com 1 351 100 exemplares.

Farrah Fawcett foi casada com Lee Majors (da série "O Homem Biônico"). Nessa altura adotava o nome de Farrah Fawcett-Majors.

Depois de se separar de Lee Majors, Farrah teve um romance com o ator Ryan O'Neal que durou 17 anos e com quem teve um filho. Esse caso fez com que Ryan tivesse um sério atrito com sua filha atriz Tatum O'Neal, que não aceitou essa relação.

A atriz lutava contra um cancro anal desde Setembro de 2006. Em Outubro do mesmo ano, Farrah se submeteu a uma cirurgia para retirar um tumor do intestino grosso e fez sessões de quimioterapia e radioterapia durante seis semanas. Quatro meses depois, a atriz recebeu um diagnóstico de que estava curada e recebeu alta no final de 2007, quando anunciou, eufórica, ter vencido a doença. No entanto, tempos depois, ela anunciou que o tumor havia voltado.

Em recente entrevista concedida à revista "People", Ryan O'Neal contou que a atriz passava seus dias confinada em casa, a maior parte do tempo na cama, por causa dos efeitos do tratamento contra o câncer.

Fawcett perdeu o cabelo, estava muito debilitada e só recebia a visita de algumas amigas íntimas, como Jaclyn Smith e Kate Jackson, que foram suas companheiras na popular série de televisão "As Panteras".

Farrah Fawcett morreu no dia 25 de Junho de 2009 às 9h30min (horário da Califórnia), no Hospital Saint John em Santa Mônica informou Arnold Robinson, seu agente, num comunicado. Curiosamente Farrah Fawcett faleceu no mesmo dia em que o rei do pop Michael Jackson, fazendo com que a notícia de sua morte fosse ofuscada na grande maioria dos jornais do mundo.

Cônjuge: Lee Majors (de 1973 a 1982)
Filho: Redmond O'Neal