Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Jonathan Rhys Meyers

Jonathan Rhys Meyers

Nomes Alternativos: Jonathan Michael Francis O'Keefe

1519Número de Fãs

Nascimento: 27 de Julho de 1977 (39 years)

Dublin - Irlanda

Nasceu com problemas cardíacos, tendo sido hospitalizado durante os primeiros meses de vida. Ainda na infância, Jonathan e a família mudaram-se para Cork, de onde ambos os seus pais, Geraldine Meyers e o músico John O'Keeffe, eram naturais, cerca de um ano depois de ele nascer. Quando Jonny, como é chamado pelos amigos e familiares, tinha cerca de três anos, os seus pais separaram-se. Jonathan e o seu irmão mais novo, Alan, ficaram com a mãe, enquanto os seus dois outros irmãos mais novos, Jamie e Paul, ficaram a viver com o pai e a avó. Todos os seus irmãos tornaram-se músicos profissionais. Jonathan teve uma infância tumultuosa, não tendo um bom percurso escolar e lutando contra a pobreza da sua educação. Ele foi expulso da North Monastery Secondary School com dezesseis anos.

Logo após A Man of No Importance, Jonathan desembarcou em The Disappearance of Finbar, filmado na Lapónia. O degelo ocorrido no início das filmagens e da sessão fotográfica obrigaram a uma paragem de seis meses. Jonathan regressou a Cork, e logo recebeu uma chamada para Michael Collins. Ele foi escolhido pelo diretor Neil Jordan para fazer de jovem assassino. Jonathan, em seguida, filmou o espanhol La lengua asesina, onde representou com apenas dezoito anos, como um jovem subjugado à protagonista feminina. Durante as filmagens, foi chamado de volta à Lapónia para terminar a filmagem de Finbar. Depois de completar os dois filmes, deslocou-se a Marrocos para o filme Samson and Delilah, fazendo apenas duas cenas.

Seguiu-se The Tribe, filmado em Londres, e depois, na Califórnia, foi convidado para entrar na reta final de The Maker, quando ele tinha apenas uma semana e meia para preparar o seu sotaque americano para essa parte, conseguindo-o. Seguiu-se Telling Lies in America e B. Monkey, filmado em Londres. Ele ficou quase dois anos fora da sua terra, prosseguindo a sua carreira com The Governess, estrelando com Minnie Driver. Depois, veio o seu papel como Brian Slade, um jovem cantor de sucesso, em Velvet Goldmine, conquistando um prémio no Festival de Cannes pela sua interpretação.

A sua interpretação como Brian Slade valeu-lhe o proseguimento da sua carreira com Ride with the Devil, The Loss of Sexual Innocence, Titus, Tangled, The Magnificent Ambersons, e Gormenghast, uma minissérie da BBC que lhe valeu muitos elogios. Ele estrelou como treinador de uma mulher do futebol internacional em Bend It Like Beckham. Jonathan também estrelou em I'll Sleep When I'm Dead, com Clive Owen e dirigido pelo lendário Mike Hodges e, teve um pequeno papel em Alexander dirigido por Oliver Stone.

Em 2005, Jonathan tomou o papel de Elvis Presley em Elvis, uma minissérie de quatro horas da CBS. Ele foi nomeado para um Emmy Award, ganhando um Golden Satellite e um Golden Globe pela sua representação do ícone americano.

Recebeu boas críticas pelo seu desempenho no filme de Woody Allen, Match Point, sendo galardoado com o Troféu Chopard, filme considerado como um regresso à forma do realizador. Jonathan também estrelou com Tom Cruise em Mission: Impossible III, interpretando um membro de equipa. Volta aos cinemas com August Rush e aos ecrans da televisão com a minissérie The Tudors, em três sessões, permitindo alcançar mais sucesso na sua carreira.Tendo trabalhado com muitos atores, gosta de Ewan McGregor, Anthony Hopkins, Christopher Lee, James Cromwell, Tom Cruise, Tobey Maguire, e Jessica Lange.

Jonathan também é cantor e guitarrista, tendo aparecido numa série de papéis musicais. O seu primeiro papel do género foi a de uma estrela de rock, Brian Slade em Velvet Goldmine, cantando quatro das músicas (Sebastian, The Ballad of Maxwell Demon, Baby's On Fire e Tumbling Down) que estão na banda sonora do filme. Ele fez uma pequena participação na série de televisão The Magnificent Ambersons, desempenhou Elvis e tocou flauta em várias ocasiões na série Gormenghast. Em 2007, Jonathan desempenhou o papel de um cantor e compositor irlandês, como Louis Connelly em August Rush e desempenhou várias músicas para a banda sonora do filme - Break, Moondance, Something Inside e This Time. Das quatro, This Time e Break foram consideradas na categoria de Melhor Canção Original no 80th Academy Awards. This Time atingiu o lugar 84 do Canadian Hot 100.

A 13 de dezembro de 2007, foi nomeado para um Globo de Ouro para Melhor Actor em Série Dramática por The Tudors, nomeação repetida no ano seguinte, e venceu o prémio IFTA, em 2008, para Melhor Papel Principal como Ator pela mesma série. Em 5 de Outubro de 2008, Rhys Meyers recebeu um Honourary Patronage pelo Trinity College Philosophical Society em Dublin, na Irlanda; e em 19 de fevereiro de 2009 recebeu um Oscar Wilde, na festa irlandesa de cinema que antecede os Oscares da Academia.