Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Michael Clarke Duncan
1143Número de Fãs

Nascimento: 10 de Dezembro de 1957 (54 years)

Falecimento: 3 de Setembro de 2012

Chicago, Illinois - Estados Unidos da América

Foi um ator norte-americano, mais conhecido por seu papel de estréia como John Coffey em The Green Mile, para o qual foi nomeado para um Oscar e um Globo de Ouro. Ele também é reconhecido por suas aparições em filmes como Armageddon, The Whole Nine Yards, e Demolidor, bem como os papéis de voz atuando em obras como Irmão Urso, Kung Fu Panda e Delgo.

Antes de se tornar ator, Michael Clarke Duncan foi segurança de alguns astros de Hollywood como Will Smith e Martin Lawrence. Profissão que foi lhe rendendo pequenos papéis em filmes e seriados.
Seu primeiro filme foi Friday, em 1995, porém o papel foi tão pequeno que ele sequer foi incluído nos créditos finais.
As coisas começaram a mudar em 1998, com Armageddon, filme em que ele despertou a atenção de produtores e inclusive do astro do filme, Bruce Willis. E foi exatamente Willis que, numa conversa com o diretor e produtor Frank Darabont, indicou Michael para o que viria a ser o papel de maior destaque em sua carreira, John Coffey em The Green Mile (br: (À Espera de um Milagre).
Após o sucesso em The Green Mile, Michael vinha aparecendo com freqüência nos cinemas em diversos filmes.
No ano 2000 voltou a atuar com Bruce Willis em The Whole Nine Yards (br: Meu Vizinho Mafioso). Participou também de Planet of the Apes (br: Planeta dos Macacos), See Spot Run (br: Spot - Um Cão da Pesada), The Scorpion King (O Escorpião Rei), Daredevil (br: Demolidor - O Homem Sem Medo), Pursued (br: Perseguição), Sin City (br: Sin City - A Cidade do Pecado), The Island (A Ilha), Talladega Nights: The Ballad of Ricky Bobby (br: Ricky Bobby - A Toda Velocidade) e School for Scoundrels (br: Escola de Idiotas), teve participação em um episódio da série Two And A Half Man (br:Dois Homens E Meio).
Michael Clarke tornou-se vegetariano, tendo inclusive feito um vídeo-propaganda para a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals)

Morte
Em 13 de julho de 2012, Michael sofreu um enfarte, mas foi reanimado por sua noiva e desde então estava internado em estado grave. No dia 3 de setembro de 2012, o ator faleceu devido a problemas cardíacos no hospital, em Los Angeles.