filmow.com/usuario/joaopaulo15e/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > joaopaulo15e
23 years São Paulo - (BRA)
Usuário desde Agosto de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • João Paulo

    Este faroeste, ao mesmo tempo intenso e levemente cômico, precisamente dirigido por Don Siegel, contextualiza-se no México, durante as lutas armadas contra a dominação da expedição francesa, entre os anos de 1864 e 1867. Shirley MacLaine encarna maravilhosamente bem o papel de Sara, uma corajosa freira missionária aliada dos juaristas, em fuga dos franceses. Ao ser atacada por um bando de vaqueiros pervertidos, é salva por Hogan - Clint Eastwood no papel de um cavaleiro mercenário e individualista, porém justo e digno.

    A luta nacionalista dos guerrilheiros mexicanos figura como um belo pano de fundo na trama. A cena do ataque à guarnição francesa é um deleite aos olhos dos espectadores. E tudo isso tendo como trilha sonora a batuta precisa de Ennio Morricone.

    4.2 / 5.0

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • João Paulo

    Embora haja mais cenas de sangue e o vilão Fred Krueger tenha retornado mais sanguinário neste segundo volume da franquia; com relação ao primeiro filme, esta sequência é bem menos assustadora. O subtexto gay que permeia toda a narrativa do filme acaba sendo bem mais interessante que a trama propriamente. Além disso, em termos formais, existem erros imperdoáveis de continuidade

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    - como por exemplo, na cena da festa do aniversário de Lisa (Kym Myers), quando Jesse (Mark Patton) está no vestiário: num primeiro momento ele aparece descalço e, logo em seguida, é mostrando usando meias.

    O filme tem seu valor justamente por ter, mesmo que subliminarmente, criado toda uma atmosfera gay culture, ainda mais num contexto de recrudescimento da homofobia, durante o pico da pandemia de HIV.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    As referências culturais ao universo gay vão desde a dança hipersexualizada de Jesse, passando por cenas em vestiários e atletas vestindo jock strap, até a o ataque com resquícios de BDSM de Freddy sobre o treinador Schneider (Marshall Bell).

    2.8 / 5.0

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • João Paulo

    Apesar da belíssima fotografia que captura com primor a beleza do litoral cearense, e da cuidadosa trilha sonora composta por Dori Caymmi - que se sobrei mesmo com a péssima engenharia de som; o filme apresenta muitos erros de continuidade narrativa e uma superficialidade lamentável na constituição das personagens - o que, ao que parece, se deve muito mais a falhas do roteiro do que propriamente às atuações.

    2.7 / 5.0

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.