Belíssima

2005

Belíssima

Dirigido por:
Média geral 3.1
baseado em 1410 votos
Sua avaliação:
salvando
14 - Não recomendado para menores de 14 anos

Simpática, bem-sucedida e discreta, Júlia Assumpção é presidente da Belíssima, referência mundial no setor de roupas íntimas. Sua avó, Bia Falcão, a pressiona para se tornar parecida com a mãe, Stella Assumpção – que foi uma modelo bastante famosa, mito de beleza na década de 1960. Fundadora da marca Belíssima, Stella morreu em um acidente de avião junto com seu marido, deixando órfãos Júlia e Pedro. Desde então, Bia Falcão se tornou responsável pelos dois, tendo-os criado. Até hoje tenta controlar a vida deles. Em casa, Júlia só encontra apoio no tio, Argemiro Falcão, vulgo Gigi, e na governanta, Matilde.

A vilã fará de tudo para acabar com os romances de Pedro com Vitória, uma ex-menina de rua que ele escolheu para ser sua esposa, com quem tem uma filha, e Vitória será perseguida pela vilã durante toda a trama, porém, sem perder a fibra e a coragem; e de Júlia com André Santana. Este, apesar de não parecer inicialmente, é um grande e terrível vilão, diabólico e ambicioso, que almeja ser dono da Belíssima em conjunto com seu pai, Aquilino Santana, o seu Quiqui, que aparenta ser um bom velhinho, mas é, na verdade, um bandido da pior espécie, ex-matador de aluguel. André vai se envolver com Júlia e com a filha de Júlia, Érica, uma mulher fútil e perversa como a bisavó Bia Falcão.
Bia arma para Vitória ser presa, acusada da morte de Pedro, e manda esfaqueá-la na cadeia. Porém, logo depois, a vilã morre num acidente de carro, e descobre-se que o mesmo fora sabotado. Logo após isso, André internada Júlia numa clínica, e enquanto isso passa a viver um caso com a enteada Érica. Ao sair da clínica, Júlia flagra os dois da cama e os expulsa de sua casa, mas logo depois é vítima de um golpe financeiro de André, que lhe deixa na miséria, e se torna o presidente da "Belíssima" e dono da mansão da ex-mulher, que vive uma linda e intensa história de amor com Nikos, que se apaixonara pela sobrinha de Gigi desdo o primeiro momento que a viu.

Outro enigma que ronda a novela é que, durante a trama inteira, todos são suspeitos de serem os reais vilões da história, até mesmo Júlia.
Para surpresa de todos, Bia Falcão reaparece viva, e confessa ter forjado a própria morte. Ela arma atentados contra Vitória, tenta separar Júlia e Nikos e tentar conseguir a guarda de Sabina. No último capítulo, a vilã seqüestra a bisneta, mas Vitória e André tentam interceder seu plano. Bia atira em Vitória, mas André se joga na frente, é atingido e morre nos braços de Júlia. Bia foge para Paris, aonde termina no bem-bom, ao lado de Mateus, mesmo depois de seus crimes e de assassinar seu advogado Medeiros.

Estreia Brasil:
7 de Novembro de 2005
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos

Comentar: