Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Martin Balsam

Martin Balsam

Nomes Alternativos: Martin Henry Balsam

26Número de Fãs

Nascimento: 4 de Novembro de 1919 (76 years)

Falecimento: 13 de Fevereiro de 1996

The Bronx, New York City, New York - Estados Unidos da América

Martin Henry Balsam (Nova Iorque, 4 de novembro de 1919 — Roma, 13 de fevereiro de 1996) foi um ator norte-americano.

Martin Balsam recebeu o Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) pelo filme A Thousand Clowns, de 1965.

Martin Balsam foi um ator americano, nascido Martin Henry Balsam, em 4 de novembro de 1919, no Bronx, NY. Começou a atuar no tempo escolar onde participava de peças dramáticas. Foi combatente no período da segunda grande guerra. Após a guerra, trabalhou em rádios. Em 1947, integrou o curso do Actor`s Studio. Participou de apresentações na Broadway. Mas só em 1951, obteve seu primeiro sucesso com The rose tatto de Tennessee Williams. Fez pequenos papéis na televisão, quando enfim, integrou o elenco de On the waterfront (br.: Sindicato de ladrões). Desde então participou em episódios das mais populares séries de televisão da época. Quando em 1957, teve outra chance no grande cinema, integrando o elenco de 12 angry men (Doze homens e uma sentença), dirigido por Sidney Lumet. Sua atuação em seriados de televisão, impressionaram Alfred Hitchcock, que o escalou para um personagem chave em Psycho (br.: Psicose) o detetive Arbogast. Este trabalho, abriu-lhe as portas para outras importantes participações como em Breakfast at Tiffany's (1961), Cape fear (1961) e The Carpetbaggers (1964). E seu grande momento, ao receber o Óscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) por sua atuação em A Thousand Clowns (1965). Atuando no cinema europeu, ganhou um grande amor pela Itália, onde trabalhou em vários filmes, e onde viveu muitos dos seus últimos anos. Morreu de causas naturais, em sua amada Itália aos 76 anos de idade. Foi casado com a atriz Joyce Van Patten, com quem é pai da atriz Talia Balsam.

Filhos: Talia Balsam, Adam Balsam, Zoe Balsam
Cônjuge: Irene Miller (de 1963 a 1987), Joyce Van Patten (de 1957 a 1962), Pearl Somner (de 1951 a 1954)