Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Rosi Campos

Rosi Campos

Nomes Alternativos: Rosângela Martins Campos

141Número de Fãs

Nascimento: 30 de Março de 1951 (67 years)

Bragança Paulista, São Paulo - Brasil

É jornalista, formada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA). Após atuar por cinco anos na assessoria de imprensa da Som Livre, deixou de lado as redações para dedicar-se, exclusivamente, à carreira artística.

Dentro da ECA tinha um grupo chamado Geteca no qual trabalhou. Fez algumas peças com o grupo. Depois, entrou no Mambembe, onde ficou cinco anos. Em 1985, entrou no grupo de Teatro do Ornitorrinco, onde também ficou cinco anos. Sempre fez comédia e musical e, em 1989, criou o Circo Grafitti. O grupo trabalha fundamentalmente com musicais e já recebeu 17 prêmios com a peça “Você Vai Ver o Que Você Vai Ver”. Outros espetáculos produzidos pelo grupo foram “Almanaque Brasil”, sobre televisão e rádio, que ficou três anos em cartaz; e “Gato Preto”, sobre cabarés.

Nos últimos anos, Rosi esteve no palco em “Ela Pensa Que É Normal” (indicada ao Prêmio de melhor atriz concedido pela Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo) e “Fantasia de Fedra Furor”. Outros espetáculos de destaque em sua longa carreira teatral são:"As Sereias da zona Sul", com direção de Miguel Falabella e "Ubu, Pholias Phísicas, Pataphísicas e Musicaes", de Cacá Rosset.

Sua trajetória no cinema também é extensa e inclui filmes como: “Arrepio” (1987), “A Caixinha do Amor”, “A Mulher do Atirador de Facas”, “Dov´è Meneghetti?”, “A Princesa Radar”, “Amor!”, “Flores Ímpares”, “Ed Mort”, “O Cineasta da Selva”, “Pixaim”, “Castelo Rá-Tim-Bum” (1999), “Avassaladoras” (2002) e “Tapete Vermelho” (2006).

Na TV, estreou fazendo a novela, "Brasileiros e Brasileiras", e depois "Éramos seis" (SBT) até ir apresentar o programa "Telecurso" (TV Globo e Cultura). De lá foi convidada pelo roteirista Emanuel Carneiro para fazer a Bruxa Morgana no "Castelo Rá Tim Bum". Rosi é bastante conhecida por seu trabalho com o público infantil por sua participação na premiadíssima série da TV Cultura, “Castelo Rá-Tim-Bum”. Em 1999 esteve no filme de mesmo nome e, em 2006, reviveu a personagem no teatro com a peça "A Saga da Bruxa Morgana e o Enigma do Tempo".

Esteve no elenco principal de algumas novelas da Rede Globo, como “Cara & Coroa”, “Salsa e Merengue” e “Meu Bem Querer”, “Da Cor do Pecado”, “América”, além de ter atuado nas minisséries da Globo “A Casa das Sete Mulheres” e “Hilda Furacão”. Em 2007, participou da novela "O Profeta".

Também em 2007, Rosi se apresenta nos palcos na peça "Mãos ao Alto, São Paulo!".

São cerca de 35 anos de uma carreira na qual Rosi Campos não é apenas atriz, mas também produtora, roteirista, diretora e administradora.

Em 2008, Rosi Campos participou do elenco da novela "A Favorita", da Rede Globo e dirigiu a peça "Sexo ainda Sinto".

Em 2015, Rosi esteve no elenco da novela ''Babilônia'' como a manicure fofoqueira Zélia. No ano seguinte, interpreta a divertida Eponina na novela de Walcyr Carrasco, ''Êta Mundo Bom!''.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.