Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > William Powell

William Powell

Nomes Alternativos: William Horatio Powell

51Número de Fãs

Nascimento: 29 de Julho de 1892 (91 years)

Falecimento: 5 de Março de 1984

Pittsburgh, Pennsylvania - Estados Unidos da América

William Horatio Powell, mais conhecido por William Powell (nascido em 29 de julho de 1892 em Pittsburgh, EUA - falecido em 5 de março de 1984 em Palm Springs, Califórnia) foi um ator americano, conhecido por seus papéis sofisticados e cínicos.
William Powell foi filho único e desde cedo mostrava aptidão para interpretar. Em 1907 ele se mudou para Kansas City, no estado do Missouri.

Depois dos estudos secundários, Powell saiu de casa, aos 18 anos, e foi para Nova York, para cursar a AADA, ou American Academy of Dramatic Arts. Em 1912 ele concluiu a AADA, e trabalhou em algumas companhias de vaudeville e de teatro de repertório. Em 1915 ele se casou com Eileen Wilson, com quem teve seu único filho, William David Powell. Depois de várias experiências de sucesso em palcos da Broadway, ele começou sua carreira em 1922 sua carreira em Hollywood. Seu primeiro papel principal foi como o detetive Philo Vance em The Canary Murder Case, em 1929.

Em 1930, ele e Eileen se divorciaram amigavelmente. Em 1931 ele se casou com a atriz Carole Lombard. Eles estiveram casados por apenas dois anos, divorciando-se em 1933. Mas se mantiveram em bons termos e chegaram a estrelar juntos um filme alguns anos depois.

Talvez o papel mais famoso de Powell tenha sido o de Nick Charles nos seis filmes da série Thin Man, em 1934. O papel dava uma oportunidade perfeita para que Powell mostrasse seu charme e senso de humor sofisticados. Powell recebeu sua primeira indicação ao Oscar por seu desempenho em Thin Man. Myrna Loy intepretou a esposa de Nick Charles em todos os filmes da série Thin Man. Sua parceria com Powell consituiu uma dos pares de atores mais prolíficas de todas as telas de Hollywood: o casal apareceu junto em 14 filmes.

Powell e Mirna também estrelaram o filme que ganhou o Oscar de Melhor Filme de 1936: Ziegfeld - O criador de estrelas, no qual Powelll teve o papel título e Loy teve o papel de sua esposa, Billie Burke. No mesmo ano, ele também recebeu sua segunda indicação ao Oscar, pela comédia O Galante Vagabundo, que ele estreou com Carole Lombard, que havia sido sua esposa.

Em 1935 ele estreou o filme Tentação dos Outros com Jean Harlow, e se tornaram muito bons amigos. Logo a amizade se transformou em um romance sério, mas ela morreu antes que eles pudessem se casar. Sua tristeza com a morte dela, bem como a batalha com seu próprio câncer no intestino, que fez com que ele diminuisse sua carga de trabalho em filmes.

Em 6 de janeiro de 1940 ele se casou com a atriz Diana Lewis, que ele chamava carinhosamente de Mousie, ou "Ratinha". O casal se conheceu três semanas antes de casar. Apesar disso, eles permaneceram casados até a morte de Powell em 1984.

Sua carreira desacelerou consideravelmente na década de 1940, apesar de que em 1947 ele recebeu a terceira indicação ao Oscar por seu trabalho em Nossa Vida com Papai. Seu último filme foi Mister Roberts, em 1955, com Henry Fonda. Apesar de muitas tentativas de fazê-lo retornar às telas, Powell recusou todas as ofertas, feliz que estava com sua aposentadoria.

O filho de Powell, William David Powell tornou-se um redator e produtor para televisão, antes de cometer suicídio em 1968.

Powell morreu de ataque cardíaco em Palm Springs, California, em 1983, aos 91 anos de idade, mais de trinta anos após sua aposentadoria. Sua esposa, Diana Lewis, continuou a viver e faleceu apenas em 1997.

Cônjuge: Diana Lewis (de 1940 a 1984), Carole Lombard (de 1931 a 1933), Eileen Wilson (de 1915 a 1930)
Filho: William David Powell