Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Meryl Streep

Meryl Streep

Nomes Alternativos: Mary Louise Streep

21181Número de Fãs

Nascimento: 22 de Junho de 1949 (67 years)

Summit, Nova Jérsia - Estados Unidos da América

Considerada uma das maiores atrizes do cinema dos últimos tempos, Mary Louise Streep, mais conhecida como Meryl Streep, já recebeu o recorde de 19 indicações ao Oscar, conquistando 3 prêmios destas indicações (Kramer vs. Kramer como coadjuvante, A Escolha de Sophia e A Dama de Ferro).

Com família de origem alemã, Streep nasceu no estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos, filha de Mary Wolf e Harry William Streep Jr. e irmã de Dana David e Harry William III.

Meryl Streep formou-se em Teatro Dramático no Vassar College em 1971, além de ter feito mestrado em Artes Dramáticas na Universidade de Yale. Durante o curso, Streep costumava participar de várias montagens teatrais, atuando em algumas delas.

Na década de 70, estreou na Broadway no musical Happy End e continuou atuando nos teatros até o início dos anos 1980. Inclusive, ganhou um Obie Award pela sua performance no espetáculo off-Broadway Alice at the Palace.

Sua estreia no cinema foi com um papel pequeno, mas de grande destaque, no filme “Julia”, de Fred Zinnemann, em 1977. No ano seguinte, Streep estrelou a minissérie “Holocausto” (Holocaust) interpretando uma alemã casada com um artista judeu durante o período nazista, onde ganhou enorme destaque e foi premiada com Emmy de melhor atriz. Nesta mesma época, a atriz passava por uma fase bastante delicada: a morte de seu marido John Cazale.

Em 1978, Meryl casou-se novamente com Don Gummer, com quem está até hoje e tem quatro filhos: Henry, Mamie Gummer, Grace e Louisa.

Meryl Streep consolidou sua reputação como atriz com as aclamadas atuações em "Silkwood - O Retrato de Uma Coragem" (1983), de Mike Nichols; "Entre Dois Amores" (1985), de Sidney Pollack; "Ironweed" (1987), de Hector Babenco, com Jack Nicholson; e "Um Grito No Escuro" (1988).

No começo dos anos 90, Streep protagonizou alguns filmes que não tiveram tanto sucesso, como "Lembranças de Hollywood" (1990); "A Morte Lhe Cai Bem" (1992), com Bruce Willis; "A casa Dos Espíritos" (1993) e "O Rio Selvagem", 1994).

Sua ascenção retornou quando Meryl Streep contracenou com o ator Clint Eastwood em 1995, no filme "As pontes de Madison" (The Bridges of Madison County), um drama dirigido pelo próprio Clint.

Desde então, ela estrelou produções como "As filhas de Marvin" (1996); “A Dança das Paixões” (1998); “Música do Coração" (1999); "Adaptação" (2002), "As Horas" (2002), "Sob o domínio do mal" (2004); “Terapia do Amor” (2005) e "O diabo veste Prada" (2006), filme este que lhe rendeu o quinto prêmio Globo de Ouro no papel de Miranda Priestly como chefe de uma famosa revista de moda.

Dublagem: em 1994, Meryl dublou a personagem Jessica Lovejoy, no episódio 67 do desenho animado da televisão Os Simpsons; em 2001, dublou a personagem Fada Azul no filme "A. I. - Inteligência Artificial", de Steven Spielberg e, em 2006, dublou a personagem Queen no filme “Lucas: Um Intruso no Formigueiro”.

Em um de seus grandes sucessos, o musical “Mamma Mia!”, de 2008, Meryl Streep mostrou toda sua versatilidade cantando e dançando canções do grupo Abba.

Em 2009, foi eleita a 48ª mulher mais poderosa do mundo do entretenimento, segundo o Hollywood Reporter.