Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Michael Douglas

Michael Douglas

Nomes Alternativos: Michael Kirk Douglas

1569Número de Fãs

Nascimento: 25 de Setembro de 1944 (72 years)

Nova Brunswick, Nova Jérsia - Estados Unidos da América

Ator, produtor e membro de tradicional família de atores hollywoodianos, Michael Douglas é conhecido no meio cinematográfico por estar sempre trabalhando, na frente ou atrás das câmeras. Filho do ícone do cinema Kirk Douglas e da atriz britânica Diana Dill, nasceu em 25 de setembro de 44 em New Brunswick, New Jersey.

Com oito anos, mudou-se para Connecticut com sua mãe e seu padrasto, mas ficava todo o seu tempo livre com o pai biológico, principalmente nas férias do colégio militar.

Foi assistindo ao pai durante filmagens que o jovem Douglas começou a aprender sobre o mundo do cinema. Em 1962, trabalhou como assistente de direção em "Lonely are the Brave". Seu envolvimento com o cinema era tamanho que declinou da oportunidae de estudar em Yale, para estudar arte dramática na Universidade da Califórnia, no campus de Santa Barbara. Foi aí que começou sua relação com Danny DeVito, que veio a virar ator, produtor e diretor. Ambos são muito amigos e de vez em quando trabalham juntos.

Também estudou drama em Nova York durante um tempo, debutando como ator no papel de um hippie pacifista que decide lutar no Vietnan em "O Protesto", de 1969. Trabalhou em vários outros dramas, com destaque para "Summertree". Após isso, trabalhou um pouco em TV, atuando e dirigindo episódios de séries policiais.

Em 75, começou como produtor de peso no filme de Milos Forman "Um Estranho no Ninho", em que Jack Nicholson fez um dos melhores papéis de sua carreira, vindo a receber o Oscar por ele. Originalmente, Kirk Douglas tinha os direitos sobre a história, baseada na obra do escritor Ken Kesey. Já tendo atuado na versão para a Broadway, tentou por anos produzir um filme sobre a história, sem sorte. Michael convenceu o pai a ceder-lhe os direitos e ao mesmo tempo ser consultor sobre as interpretações. Resultado: bilheteria avassaladora e cinco Oscars, inclusive de Melhor Filme.

Após esse triunfo, Michael Douglas resolveu desenvolver mais sua arte de interpretação. Era conhecido na época por ser dono de uma personalidade paradoxal: severo e persistente quanto a suas opiniões mais honestidade e sensibilidade explícita, herdada do pai. Tinha um qualidade incomum nas telas na época: podia fazer papéis bastante emotivos, em contraponto ao seu físico aparentemente rude. Isso lhe facilitava os papéis de rebeldes que tinham que demonstrar sensibilidade.

Durante a década de 70, atuou em outros três filmes, destacando-se "Síndrome da China", que também produziu, fazendo par com Jane Fonda. O filme contava a história de uma persistente repórter que mostrava as fracas condições de segurança do reator nuclear de uma usina, e veio a ganhar muita publicidade pelo lamentável acidente da usina de Three Mile Island, que ocorreu coincidentemente na semana de lançamento da película.

Em 1984, Douglas se juntou a Kathleen Turner no elenco de "Tudo por Uma Esmeralda", numa aventura romântica a la Indiana Jones. Trabalhou também com o velho amigo Danny DeVito. O filme teve ótima bilheteria e revitalizou a carreira de ator de Douglas. Os três atores retornaram logo em seguida na continuação "A Jóia do Nilo". Em 87 protagonizou um dos principais filmes de sua carreira: "Atração Fatal", em que tinha um romance extraconjugal com a desequilibrada personagem de Glenn Close.

A performance de Douglas o colocou de vez no hall do primeiro time de Hollywood, e lhe rendeu outro bom papel a convite do diretor Oliver Stone, o do frio e calculista homem de negócios de "Wall Street - Poder e Cobiça", que lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator.

Em 1989, reuniu-se mais uma vez com DeVito e Turner em "A Guerra dos Roses", repleto de humor negro sobre as relações em um casamento. Douglas terminou a década como um dos mais bem pagos atores de Hollywood.

Continuou seu trabalho com produção, fundando sua própria produtora, a Stonebridge Entertainment, que veio a lançar filmes como "Linha Mortal". Fez muito sucesso explorando o lado negro de sua personalidade em "Chuva Negra", de Ridley Scott, atuando ao lado de Andy Garcia, bem como no explosivo "Instinto Selvagem", em que contracenou historicamente com Sharon Stone, no papel que a elevou ao estrelato. Logo após esse trabalho, o ator teve que ser internado numa clínica de recuperação, a fim de se tratar de sua compulsão por sexo. Dizem as más línguas que Stone teria sido a causa.

Fez o papel do jovem e viúvo presidente dos EUA no romance "Meu Querido Presidente", fazendo par romântico com Anette Bening, e protagonizou com Val Kilmer o desastre de bilheteria "A Sombra e a Escuridão". Em 97, retornou no thriller "Vidas em Jogo", ao mesmo tempo em que produzia "A Outra Face", filme de John Woo com John Travolta e Nicolas Cage.

Voltou a atuar em "Um Crime Perfeito", remake de "Disque M para Matar", filme de 1954 do mestre do suspense Alfred Hitchcock.

Foi casado com Diandra Luker, de quem tem um filho, Cameron Douglas nascido a 13 de Dezembro de 1978.

Atualmente é casado com a também atriz Catherine Zeta Jones. Ambos assinaram um acordo pré-nupcial que prevê uma generosíssima quantia para Jones caso o casal se separe - Douglas tem uma fortuna pessoal avaliada em cerca de US$ 400 milhões.