Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Michael Caine

Michael Caine

Nomes Alternativos: Maurice Joseph Micklewhite

2560Número de Fãs

Nascimento: 14 de Março de 1933 (84 years)

Londres - Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte

Loiro, alto, inglês e com muito talento. Esse é Maurice Joseph Micklewhite, ou Michael Caine, que nasceu em Londres no dia 14 de março de 1933. O Talento de Caine vem desde a adolescência, quando começou a se apresentar em grupos teatrais no final da década de 1940.

Caine abandonou a escola com apenas 15 anos de idade e trabalhou como operário em diversos lugares antes de servir na Guerra da Coréia. Quando retornou da guerra, ele foi trabalhar em um teatro como assistente de direção. Por conselho de seu agente ele adotou o nome de Caine. Nos anos seguintes ele trabalhou com ator de 1954 a 1956 em diversos filmes para a TV britânica.

No cinema estreou em uma pequena ponta no filme de guerra Coluna da Morte (1956). O público começou a notar Caine em Zulu, de 1964. As portas se abriram para ele depois disso e logo ele conseguiu interpretar o agente secreto Harry Palmer em ''Agente Confidencial''.

Uma série de bons papéis foram surgindo para Caine, como em Como Possuir Lissu, Funeral em Berlim, Play Dirty, Assim Nascem os Heróis, The Last Vallery e principalmente Carter, O Vingador (1971). Em 1966, quando estrelou Como Conquistar as Mulheres - um filme de grande sucesso - foi indicado pela primeira vez ao Oscar de melhor ator. Depois vieram mais três indicações: em Jogo Mortal, O Homem que Queria Ser Rei e O Despertar de Rita. No filme O Homem que Queria Ser Rei (1975) Caine teve uma magnífica interpretação contracenando ao lado de outro grande astro Sean Connery.

Em 1986 finalmente o Oscar® chegou em suas mãos pelo filme Hannah e Suas Irmãs, de Woody Allen, como melhor ator coadjuvante. Nessa época Caine estava casado pela segunda vez e tinha duas filhas.

Apesar de se dar bem em qualquer tipo de papel, Caine se sobressaia nas comédias, como Doce Liberdade, Ensina-me a Querer e Os Safados. Uma curiosidade do ator é que ele escreveu um livro sobre fofocas do mundo do cinema, chamado Michael Caine's Moving Picture Show. Em 1991 começou a escrever sua autobiografia e a publicou em novembro de 1992. Além disso descobriu aos 58 anos de idade que tinha um irmão de 66 anos com problemas mentais - fato nunca revelado pelos pais.

O ano de 2000 foi marcante para Michael Caine, pois o lendário ator inglês não só recebeu seu segundo Oscar® pela atuação em Regras da Vida, como lhe foi conferido pela Rainha Elizabeth II o título de Sir Michael Caine. O ator demonstrou toda a sua versatilidade, tornando-se astro internacional, numa carreira de mais de 80 filmes.

Juntamente com seu sócio, o produtor Martin Bregman, criou a M&M Productions para produzir filmes na Inglaterra que ele pudesse estrelar e, quando desejasse, dirigir. O primeiro filme com a assinatura de sua produtora foi Blue Ice, lançado em 1992, co-estrelado por Sean Young e dirigido por Russell Mulcahy. Além da produtora, Caine é dono de um restaurante em Londres.

Premiações

- Recebeu 4 indicações ao Oscar de Melhor Ator, por "Como Conquistar as Mulheres" (1966), "Trama Diabólica" (1972), ; "O Despertar de Rita" (1983) e "O Americano Tranquilo" (2002).

- Ganhou 2 Oscars de Melhor Ator Coadjuvante, por "Hannah e Suas Irmãs" (1986) e "Regras da Vida" (2000).

- Recebeu 3 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Drama, por "Como Conquistar as Mulheres" (1966), "Trama Diabólica" (1972) e "O Americano Tranquilo" (2002).

- Recebeu 4 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Comédia/Musical, por "Como Possui Lissu" (1966), "O Despertar de Rita" (1983), "Os Safados" (1988) e "Laura, a Voz de uma Estrela" (1999). Venceu por "O Despertar de Rita" e "Os Safados".

- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Filme para TV/Mini-série, por "Jack, o Estripador" (1988) e "Jekyll & Hyde" (1990).

- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, por "Hannah e Suas Irmãs" (1986) e "Regras da Vida" (1999).

- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante - Filme para TV/Mini-série/Série de TV, por "Mandela e De Klerk" (1997).

- Recebeu 5 indicações ao BAFTA de Melhor Ator, por "O Cônsul Honorário" (1983), "O Despertar de Rita" (1983), "Hannah e Suas Irmãs" (1986), "Laura, a Voz de uma Estrela" (1998) e "O Americano Tranquilo" (2002). Venceu por "O Despertar de Rita".

- Recebeu 2 indicações ao BAFTA de Melhor Ator Britânico, por "O Arquivo Confidencial" (1965) e "Como Conquistar as Mulheres" (1966).

- Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante, por "Regras da Vida" (2000).

- Recebeu uma indicação ao European Film Awards de Melhor Ator, por "Last Orders" (2001).

- Ganhou o prêmio de Melhor Ator, no Festival de San Sebastián, por "Sangue e Vinho" (1996).

- Ganhou o prêmio de Melhor Ator, no Festival de Bangkok, por "O Americano Tranquilo" (2002).

- Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator, por "Vestida para Matar" (1980).

- Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante, por "Tubarão - A Vingança" (1987).