Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

    Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > James Franco

James Franco

Nomes Alternativos: James Edward Franco

10325Número de Fãs

Nascimento: 19 de Abril de 1978 (40 years)

Palo Alto, Califórnia - Estados Unidos da América

James Edward Franco (Palo Alto, 19 de abril de 1978) é um ator, diretor, roteirista, comediante, produtor cinematográfico, escritor e professor norte-americano. É mais conhecido por interpretar Harry Osborn na trilogia Spider-Man, o traficante Saul Silver em Pineapple Express e o alpinista Aron Ralston em 127 Hours. Foi nomeado a quatro prêmios Globo de Ouro, dos quais ganhou dois, e recebeu uma nomeação aos Oscar por sua atuação em 127 Hours. James Franco é membro do grupo de comediantes Frat Pack.

Franco nasceu em Palo Alto, Califórnia. Sua mãe, Betsy Lou (Verne), é uma poetisa, autora e editora, e seu pai, Douglas Eugene Franco, dirige uma agência sem fins lucrativos e uma empresa de contêiner. Os dois se conheceram quando eram alunos da Stanford University.

O pai de Franco é de ascendência portuguesa e sueca e a sua mãe é judia, sendo descendente de imigrantes russos (o sobrenome da família foi alterado de "Verovitz" para "Verne"). Seu avô paterno , Daniel Franco jr., era filho de portugueses (Daniel Franco e Eugenia), sua avó paterna, Marjorie (Peterson) Franco, foi autora de livros adultos; Sua avó materna, Mitzi Levine Verne, dirige a Verne Art Gallery, uma galeria de arte de destaque em Cleveland. e foi membro ativo da National Council of Jewish Women.

Franco cresceu na Califórnia com seus dois irmãos mais novos, Dave (que também é ator) e Tom. Sendo talentoso em matemática, Franco estagiou na Lockheed Martin. Ele se formou na Palo Alto High School em 1996, onde atuou em peças de teatro.

Durante a adolescência, Franco chegou a ser detido várias vezes por beber quando ainda era menor, fazer grafitis e por fazer parte de um grupo que roubava perfumes e os vendia aos colegas da escola. Estas detenções levaram-no a ficar sob custódia do Estado e colocaram-no em risco de servir pena numa prisão juvenil. Porém, um juiz deu-lhe uma segunda oportunidade se ele tivesse boas notas, o que ele conseguiu fazer. Sobre os seus problemas com a lei, Franco disse:

"Aquilo foi angústia adolescente. Não me sentia confortável na minha pele, era tímido. Consegui mudar mesmo a tempo de conseguir ter boas notas."

Depois de terminar o liceu, James matriculou-se na University of California, Los Angeles (UCLA) para estudar Inglês, mas desistiu no seu ano de calouro contra a vontade de seus pais para seguir a carreira de ator, tendo aulas de atuação com Robert Carnegie na Playhouse West. Enquanto estudava representação, James trabalhou no McDonald's para se sustentar, uma vez que os seus pais se recusaram fazê-lo depois de ele desistir da universidade.

Em 2006, depois de uma série de filmes fracassados e insatisfeito com a sua carreira, James decidiu voltar a estudar. Nesse ano matriculou-se num curso de Inglês na UCLA e foi autorizado a inscrever-se em mais aulas do que o permitido conseguindo se formar no tempo recorde de apenas dois anos e com uma média de 3,5 (a nota máxima é 4,0). Enquanto estudava, o ator interpretou um traficante de maconha em Pinapple Express e o namorado de Harvey Milk (Sean Penn), Scott Smith em Milk (2008). As duas atuações foram bem avaliadas pela crítica e renderam prêmios menores do cinema americano.

Ao terminar a faculdade, James foi morar em Nova York, onde realizou uma maratona intelectual e profissional. Além de fazer um mestrado em Literatura na Universidade de Columbia, o ator estudou cinema na Universidade de Nova York, ficção no Brooklin College e poesia no Warren Wilson College. Não contente, James iniciou um doutorado na Universidade Yale, de onde sairá com o título de PhD em língua inglesa.

Enquanto o ator investia em sua formação profissional e intelectual, era eleito um dos homens mais sexies do mundo pela revista People e por outras publicações menores. Bonito e famoso, não demorou para uma grande marca contratá-lo, em 2008 ele foi nomeado o novo rosto da linha de fragrância masculina da Gucci.

Em 2009, o ator voltou a trabalhar na televisão, na telenovela General Hospital, um dos programas mais antigos da TV americana, ao mesmo tempo que produzia e dirigia um documentário sobre o humorístico Saturday Night Live, do qual já participou.

Franco fez uma participação no sitcom 30 Rock onde interpretou ele mesmo e tinha um romance falso com Jenna Maroney (Jane Krakowski) em um esquema inventado pelos seus respectivos agentes.

No ano seguinte, interpretou o poeta Allen Ginsberg em Howl, e o namorado mais novo da protagonista de Eat Pray Love. Em 2010, o ator foi bastante elogiado ao protagonizar 127 Horas, cujo drama é sobre um alpinista que fica com o braço preso por uma rocha dentro da fenda de uma montanha por mais de cinco dias. Sua performance lhe rendeu indicações para a maioria dos prêmios mais importantes, como Oscar, Globo de Ouro e SAG e acabou ganhando um Independent Spirit Award.

Em 2011 atuou ao vivo na Broadway ao lado de Nicole Kidman em Sweet Bird of Youth. Nesse ano, participou ainda na comédia Your Highness, com Natalie Portman e Danny McBride e Rise of the Apes, um filme que pertence à série Planeta dos Macacos.

Em fevereiro desse ano, James apresentou a 83ª cerimônia de entrega do Oscar ao lado da atriz Anne Hathaway.] A forma como James apresentou a cerimónia foi bastante críticada e gerou rumores de que ele estava pedrado. No entanto, o representante do ator desmentiu esses rumores e afirmou que o ator parecia "apagado" porque estava exausto por ter de viajar várias vezes entre Nova Iorque e Los Angeles para conciliar os estudos com os ensaios para a cerimónia.

Em 2013, James foi um dos protagonistas de Spring Breakers, um drama criminal onde interpreta Alien, um rapper e gangster que apresenta quatro amigas a um mundo de crime. O filme esteve em competição para o Leão de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Veneza e o estúdio fez campanha para que James fosse nomeado para os Óscares, mas sem sucesso. No mesmo ano, participou no biopic Lovelace, baseado na vida da atriz pornográfica Linda Lovelace, onde interpretou Hugh Hefner e protagonizou o filme de fantasia Oz the Great and Powerful, uma prequela de The Wizard of Oz que se centra na história do feiticeiro. Protagonizou ainda o filme Palo Alto, baseado no romance que o próprio escreveu e This is the End, onde interpreta uma versão satírica dele próprio. Ainda nesse ano, teve papéis mais secundários em Homefront (protagonizado por Jason Statham) e Child of God, para além de ter participado em dois episódios da segunda temporada da série de comédia The Mindy Project.

Em 2014, James Franco estreou-se na Broadway com a peça Of Mice and Men de John Steinbeck. No mesmo ano, estreou a controversa comédia The Interview, que James protagoniza com Seth Rogen. James interpreta o papel de Dave Skylark, o apresentador de um programa de celebridades que consegue uma entrevista com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. O filme causou um problema diplomático entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, que o considerou "um ataque terrorista em espírito". The Interview também esteve na origem de um ataque informático à Sony Pictures.

Em 2015, dois filmes que contam com a participação de James Franco estrearam no Festival de Cinema de Sundance: I Am Michael, onde interpreta um ativista dos direitos homossexuais que acaba por rejeitar a sua homossexualidade e torna-se num pastor cristão conservador; e True Story, onde interpreta Christian Longo, um homem que esteve na lista dos homens mais procurado do FBI pelo homicídio da sua mulher e dos três filhos e que viveu vários anos com a identidade de Michael Finkel, um jornalista interpretado por Jonah Hill. O filme é baseado em factos reais.

Em 2016, protagonizou a minissérie 11.22.63, baseada no livro homónimo de Stephen King. James interpreta Jake Epping, um professor de Inglês que recebe a oportunidade de viajar no tempo com o objetivo de tentar travar o assassinato de John F Kennedy.