Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > José Wilker

José Wilker

Nomes Alternativos: José Wilker de Almeida

871Número de Fãs

Nascimento: 20 de Agosto de 1944 (69 years)

Falecimento: 5 de Abril de 2014

Juazeiro do Norte, Ceará - Brasil

O Vadinho de "Dona Flor e Seus Dois Maridos" - a maior bilheteria do cinema brasileiro, com 12 milhões de espectadores - foi locutor de rádio antes de mudar-se para o Rio (nasceu no Ceará) na tentativa de tornar-se ator. Iniciou a carreira no teatro, tendo sido premiado dezenas de vezes por grandes montagens, como "O Arquiteto e o Imperador da Assíria". Também tornou-se um astro na TV, seja como ator ou diretor de telenovelas e minisséries, mas foi no cinema que conquistou sua consagração.

Estrelou alguns dos maiores sucessos do cinema nacional a partir de "Dona Flor", mas até chegar aí foi coadjuvante em "A Vida Provisória" e "Tiradentes", quando então conseguiu o primeiro filme como ator principal, em "Os Inconfidentes", de Joaquim Pedro de Andrade. Wilker coleciona no currículo personagens que entraram para o imaginário do cinema: foi Tenório Cavalcanti em "O Homem da Capa Preta" e o chefe de uma trupe itinerante em "Bye Bye Brazil", por exemplo.

Entre outros filmes atuou em "O Rei da Vela", filmagem da peça de Oswaldo de Andrade, com direção do encenador José Celso Martinez Corrêa, em 1973; "Leila Diniz", de Luiz Carlos Lacerda; "Doida Demais", de Sergio Rezende; "Pequeno Dicionário Amoroso", de Sandra Werneck; e "For All - O Trampolim da Vitória", novamente sob a direção de Lacerda com Buza Ferraz. Wilker também teve a oportunidade de atuar numa produção intrernacional, "O Curandeiro das Selvas", contracenando com Sean Connery.

Na TV, Wilker apareceu em importantes novelas e misséries, com destaque para "Senhora do Destino", "A Muralha", "Suave Veneno", "A Justiceira", "A Vida como Ela É", "Sai de Baixo", "Anos Rebeldes", "Gabriela" e "A Cartomante".

Cônjuges: Elza Rocha Pinto (de 1974 a 1976), Renée de Vielmond (de 1976 a 1984), Mônica Torres (de 1985 a 1996), Guilhermina Guinle (de 1999 a 2006), Cláudia Montenegro (de 2010 a 2014)
Filhas: Isabel Wilker, Mariana Wilker, Madá Wilker