Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Paulo César Peréio

Paulo César Peréio

Nomes Alternativos: Paulo César de Campos Velho

185Número de Fãs

Nascimento: 19 de Outubro de 1940 (77 years)

Alegrete, Rio Grande do Sul - Brasil

Nascido em Alegrete, Peréio veio para Porto Alegre aos 12 anos. Seu pai era militar e a mãe trabalhava na Assembléia Legislativa. Ao lado de nomes como Paulo José e Lilian Lemmertz, o ator fez parte do Teatro de Equipe, um grupo de atores que marcou o teatro gaúcho nos anos 1950.

Seu filme de estreia foi Os Fuzis, de 1964, dirigido por Ruy Guerra. Atuou em quase cem filmes como ator, participando de muitas de suas obras decisivas, passando por suas correntes artísticas importantes como o Cinema Novo, cinema marginal, mas também de pornochanchadas, e imprimindo a seus personagens traços de sua personalidade: a irreverência, a corrosiva ironia, o espírito anárquico, o deboche.

Pereio foi casado três vezes. Primeiro com a atriz Neila Tavares, mãe de Lara; depois, com Cissa Guimarães, com quem teve dois filhos - Tomás e João, que também é ator. Finalmente, de seu casamento com Suzana César de Andrade, que não é do meio artístico, nasceu Gabriel.

Já atuou em mais de 60 filmes e inúmeras peças teatrais. No cinema, foi dirigido por Glauber Rocha, Arnaldo Jabor, Hugo Carvana, Ruy Guerra e Hector Babenco, e enlouquecia os diretores, graças aos seus sumiços e atrasos. Irônico e irreverente, ficou conhecido por marcar o final de cada frase sua com a expressão "porra".

É considerado um dos melhores narradores do país, e uma das vozes preferidas dos publicitários brasileiros. Ironicamente, em seu filme de estreia, o diretor Ruy Guerra chamou Cecil Thiré para dublá-lo.

O nome "Pereio", vem de um apelido de infância. "Desde que comecei a dar os primeiros passos, e até hoje, tenho esse andar um pouco jogado pra frente, parecia um preto velho e me apelidaram de "Nego Véio" por causa disso, e aí minha irmã Rosa, que não falava direito, me chamava de Vevéio e meu pai brincava comigo, Vevéio, Pereio, Peio, acabou virando Pereio."

Desde 2004, apresenta o programa de entrevistas Sem Frescura, no Canal Brasil, dirigido por sua filha, Lara Velho.